ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEXTA  22    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Aposentado perde carro de R$ 15 mil em golpe do “envelope em branco”

Por Bruno Chaves | 04/12/2013 15:58

Mais uma vítima do golpe do “envelope em branco” procurou a polícia depois de entregar o carro a um suposto comprador. Um aposentado de 42 anos registrou boletim de ocorrência na Defurv (Delegacia Especializada de Furtos e Roubos de Veículos) nesta quarta-feira (4) depois de perder uma Fiat Strada avaliado em R$ 15 mil.

De acordo com a esposa da vítima, uma funcionária pública de 34 anos, um homem identificado como João Lopes Batista Nunes demonstrou interesse em comprar o veículo depois de ver o anúncio de venda no site www.bomnegocio.com.

“Ele ficou ligando ontem (3) o dia inteiro dizendo que ia transferir R$ 14 mil. Ele também falou que morava em Dourados e que era empresário e pastor”, disse.

O depósito foi feito depois das 16h da terça-feira e João comentou que a esposa e o filho estavam em Campo Grande. Dessa forma, ele pediu para que o carro fosse entregue a noite. “Ele garantiu que vinha à cidade na próxima segunda-feira para transferir o documento”, contou.

O carro foi entregue por volta das 20h para dois homens que chegaram de moto à residência do casal. A mulher disse que tentou alertar o marido, mas não teve sucesso.

“Depois que ele entregou o carro ficou pensativo. Até procuramos a polícia, mas não podíamos fazer nada enquanto o depósito não fosse conferido”, explicou.

As suspeitas da funcionária pública se confirmaram na manhã de hoje. O depósito não foi compensado na conta do Bradesco. O banco ainda informou os clientes que o depósito do envelope em branco foi feito na cidade de Cuiabá (MT).

O caso foi registrado na Defurv, onde será investigado.

Outros casos – Em outubro deste ano, o Campo Grande News noticiou a história de um empresário teve prejuízo de R$ 2 mil ao cair no golpe do falso depósito. Os bandidos depositam um envelope em branco no caixa eletrônico com o valor maior, depois ligaram pedindo a devolução do dinheiro depositado a mais por “descuido”.

Em setembro, um funcionário público federal teve prejuízo de R$ 14,6 mil ao entregar um VW Fox para um falso comprador. Ele também fez a negociação depois do anúncio no site www.bomnegocio.com.

No mesmo mês, um proprietário de uma revendedora de motocicletas da Capital teve uma perda de R$ 7,5 mil depois de repassar uma Honda Falcon para o “funcionário” de um golpista. A moto também havia sido anunciada pela internet.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário