A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

04/10/2013 11:20

Árvore que caiu na Afonso Pena estava comprometida, diz Bombeiro

Viviane Oliveira
A árvore caiu pela raiz. (Foto: Marcos Ermínio) A árvore caiu pela raiz. (Foto: Marcos Ermínio)
Os galhos que caíram na via foi removidos e colocados no canteiro central. (Foto: Marcos Ermínio) Os galhos que caíram na via foi removidos e colocados no canteiro central. (Foto: Marcos Ermínio)

A árvore da espécie Flamboyant, de grande porte, que caiu na manhã desta sexta-feira (4) no cruzamento da Avenida Ernesto Geisel com a Afonso Pena, em Campo Grande, estava com a raiz podre, conforme o Corpo de Bombeiro.

De acordo com o sargento, João Antunes, a árvore, que tinha de 10 a 15 metros, estava comprometida. “Como está chovendo muito, a terra fica úmida e a árvore que estava sem folha e com a raiz podre acabou despencando”, afirma.

Metade da pista do lado esquerdo, no sentido Centro/Bairro ficou interditada para ser realizada a remoção. Os bombeiros tiraram os galhos que caíram na via pública e colocaram no canteiro. A remoção será feita por uma equipe da Prefeitura.

“Sorte que na hora o sinal estava fechado e não atingiu nenhum carro”, diz o tenente.
Agentes da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito) estavam no local para orientar o trânsito. Antes da chegada da equipe, o trânsito estava lento e confuso.

O contador Luiz Eduardo Serrano, 43 anos, disse que apesar da maior parte da árvore ter ficado no canteiro, o tráfego de veículos estava devagar e confuso.

A chuva, que cai desde o início da manhã de hoje, já supera 43 milímetros, segundo o meteorologista da Uniderp Anhanguera, Natálio Abrão. O volume representa 30% dos 135 mm esperados para todo o mês de outubro. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions