A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

10/07/2013 15:23

Ator preso em manifestação tem pedido de liberdade negado pela Justiça

Evelyn Souza
Eduardo Miranda Martins é o único manifestante que ainda está preso.(Foto:Facebook)Eduardo Miranda Martins é o único manifestante que ainda está preso.(Foto:Facebook)

A Justiça negou o pedido de liberdade provisória do manifestante Eduardo Miranda Martins, de 28 anos, preso no dia 20 de junho, em Campo Grande.

Na decisão, a Justiça entendeu que os crimes que ele responde, por dano qualificado contra o patrimônio público e tráfico de drogas são graves, o que demonstra que o autor é “dotado de periculosidade, com personalidade inadequada para a vida em sociedade”.

O pedido foi indeferido nessa terça-feira (9) pela juíza em substituição da 4ª vara criminal, Kelly Gaspar Duarte Neves.

A juíza também entendeu que as condições pessoais, como residência fixa e trabalho lícito apresentados pelo advogado não bastam para a concessão do pedido da liberdade provisória.

O advogado de defesa do ator, Adilson Viegas de Freitas disse que vai entrar com pedido de habeas corpus no Tribunal de Justiça do Estado.

Eduardo é o único manifestante que permanece preso. Ele está detido no Presídio de Trânsito desde o dia 24 de junho.

Segundo a Polícia, ele foi flagrado durante o primeiro dia de manifestação com 23 papelotes de cocaína e uma porção de maconha na mochila.

O ator foi abordado depois de tentar invadir a Câmara Municipal de Campo Grande, enquanto Guardas Municipais faziam o cordão de isolamento.

Junto com ele foram presas mais cinco pessoas: O promotor de vendas, Vagner Moreira de Almeida de 24 , o operador de máquinas, Carlos Henrique Aguiar da Silva de 22, o cabeleireiro Allan Bruno de Almeida Vasques de 18 anos e repositor de mercadorias, Nelison Rodrigo Cabral da Silva, de 19 anos e o eletricista, André Luiz Silva Costa, de 30 anos.

Todos já estão em liberdade e respondem por dano qualificado contra o patrimônio público.

No dia 28 de junho o governo do Estado divulgou uma nota esclarecendo que Eduardo continua preso porque também responde por tráfico de drogas, que é inafiançável.



Para aqueles que pretendem estudar durante 5 anos, passar no exame da OAB, montar seu escritório e viver da advocacia, aí vai um conselho: larguem mão daquilo que se estuda em sala de aula! Na prática o que vemos aqui no MS são decisões como essa, um completo abuso contra dos direitos individuais do cidadão.
 
Anderson Eifler Ajala em 13/07/2013 20:10:02
Sou contra o álcool, cigarro, drogas e de tudo que distorce o homem.

Mas, por que este rapaz está preso e mantido no cárcere, se os médicos que roubaram uma grana preta do SUS aqui em Campo Grande, das pessoas em tratamento com câncer???

Ele pode até ter feito coisas erradas, mas e os médicos ladrões do SUS???

Que justiça é essa que só penaliza os de pouco poder???

Isto me dá nojo!!!!



 
Efonay Scultz em 11/07/2013 18:56:52
Está nítido que os policiais colocaram drogas na mochila dele depois do momento que pegaram na frente da prefeitura e o levaram para um lugar que não tinha ninguém vendo (na parte de trás da prefeitura, FOI UM GOLPE para qualificar o crime. Ele não é traficante e todos que o conhecem sabem. INJUSTO! Agora paciência para provar que foi um golpe do Estado!
 
Carolina Lopes em 11/07/2013 16:08:33
Se estava traficando tem que mofar na cadeia sim! Muitas vezes as manifestações terminaram em confusão porque esses"manifestantes" estavam bêbados e drogados! Quem foi a manifestação aqui em CG notou o odor de maconha que subia as vezes, tinha que ter alguém alimentando o consumo.. pois é, se a justiça comprovar que esse rapaz estava traficando...
 
Willian Gomes Justi em 11/07/2013 01:21:25
Muitas pessoas estavam utilizando droga nas manifestações então não duvido nada que esse cidadão esteva com drogas na mochila. E se por ventura estava mesmo, que seja punido responsavelmente. Só por que ele estava como protestante, não tem que ser tratado como coitadinho não.

 
Jacinto Pinto Roxo em 10/07/2013 22:19:49
Tem que prender mesmo. Tráfico não é brinquedo não. Manifestação e arruaças muitos fazem e também respondem por isso. Não deve ser livre porque é ator nem que fosse um juiz. Liberdade não é para poucos, mas os maus caráteres devem ficar presos e para mim, um traficante é um mau caráter!
 
Guilherme Mello em 10/07/2013 18:14:08
O cúmulo manter ele até agora preso!!!!!! Nunca prejudicou ninguém.
 
Carla Maria em 10/07/2013 17:46:37
Prender vagabundo que rouba, mata, estupra ninguém prende?! Agora um cara que estava na manifestação, brigando por melhorias comum à todos os brasileiros, pra ele a lei funciona! É incrível esse tipo de palhaçada que acontece no Brasil! Aff!
 
Eduardo Boretti em 10/07/2013 16:57:21
Ele foi para a manifestação com substâncias entorpecentes na mochila?!
Hum.... Isso está muito estranho....
 
JESSICA MACHADO em 10/07/2013 16:36:46
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions