A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2019

30/03/2017 19:10

Bairros ainda enfrentam problemas e retorno da água deve ser gradual

Serviço foi interrompido após rompimento de tubulação da rede de captação

Anahi Zurutuza
Imóveis da região central estão recebendo água normalmente (Foto: Anahi Zurutuza)Imóveis da região central estão recebendo água normalmente (Foto: Anahi Zurutuza)

Ao contrário do que previa a Águas Guariroba pela manhã, o abastecimento de água em parte dos 76 bairros de Campo Grande afetados pelo rompimento de uma adutora ainda precisa ser normalizado. Em ao menos 30 localidades, o fornecimento voltou totalmente ao normal.

De acordo com a empresa, a chegada de água está sendo restabelecida de forma gradual. Na manhã de hoje (30), a concessionária estimava que até o fim da tarde todos bairros estariam recebendo água sem qualquer dificuldade.

O serviço foi interrompido no início da tarde de ontem (29), por conta do rompimento na tubulação da rede de captação de água às margens da BR-262, próximo ao Autódromo de Campo Grande, no extremo leste da cidade.

O vazamento surgiu em uma peça da adutora, que possui uma extensão de 33 km, entre a captação do córrego Guariroba e a estação de tratamento de água. A tubulação também passa abaixo de uma linha de energia de alta tensão que alimenta Campo Grande. Por isso, foi necessário abrir uma vala de cinco metros de profundidade e montar esquema de segurança para que o conserto fosse iniciado.

O reparo foi concluído por volta de 01h30 de hoje, ainda conforme a empresa, depois que 45 profissionais, entre engenheiros e técnicos, foram empenhados no trabalho.

A recomendação para os bairros onde a água está chegando fraca é para que os moradores façam uso racional até que o serviço seja normalizado.

Sem água - Com o rompimento da adutora, a concessionária deixou de captar 1,4 mil litros d'água por segundo, cerca de 5 milhões de litros por hora. As caixas d'água usadas em residências comuns têm entre 500 e 1 mil litros, ou seja, por segundo são captados a média armazenada nas casas.

A assessoria de concessionária informou que unidades de saúde e escolas foram abastecidas com caminhões-pipa e cerca de 300 mil pessoas foram afetadas.

Segue a lista de 28 bairros onde, até às 15h, o abastecimento já havia sido foi normalizado (concessionária não divulgou outra atualização):

Aero Rancho
Autonomista
Bonanza
Carandá Bosque
Carioca
Centro
Condomínio Damhas
Coophasul
Itamaracá
Itanhagua Parque
Jardim Oiti
Jd. Petrópolis
Maria Aparecida Pedrossian
Nova Campo Grande
Paulista
Pioneiros
Polonês
Popular
Recanto dos Pássaros
Rita Vieira
Santo Amaro
Santo Antônio
São Bento
Tijuca
Universitário
Vila Carvalho
Vila Planalto
Vilas Boas

Lista de bairros onde abastecimento ainda não foi normalizado:

Albuquerque
Amambaí
Arnaldo Estevão Figueiredo
Batistão
Carlota
Centenário
Chácara Cachoeira
Cidade Jardim
Coophafe
Cophavilla I e II
Coronel Antonino
Cruzeiro
Estrela Dalva
Estrela do Sul
Giocondo Orsi
Guanandi
Jardim Jacy
Jardim Panorama
Jd. América
Jd. Caiçara
Jd. dos Estados
Jd. Noroeste
Jd. São Lourenço
Jd. Tarumã
Jockey Clube
Marcos Roberto
Margarida
Monte Castelo
Nhanha
Nova Lima
Novos Estados
Oliveira
Panamá
Pênfigo
Piratininga
Pq. Das Nações
Pq. Dos Laranjais
São Conrado
São Francisco
Seminário
Taquarussu
Tiradentes
UniãoVila Ieda
Vila NasserVila Progresso
Vila Sobrinho

Equipe da Águas Guariroba trabalhando no conserto de adutora durante à noite (Foto: Águas Guariroba/Arquivo)Equipe da Águas Guariroba trabalhando no conserto de adutora durante à noite (Foto: Águas Guariroba/Arquivo)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions