A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

11/01/2018 14:00

Bairros têm via e acessos interrompidos há pelo menos um ano

Pontes desabaram em três pontos da cidade, mas ainda assim moradores se arriscam

Bruna Kaspary
Antônio cruza a passarela interditada com o filho (Foto: André Bittar)Antônio cruza a passarela interditada com o filho (Foto: André Bittar)

Acessos em alguns bairros da cidade estão interrompidos há quase um ano e com a chuvas intensas deste início de 2018, não há perspectiva para reparos. No Parque do Lageado, a ligação com o bairro Jardim Manaíra cedeu entre fevereiro e março do ano passado e até agora não houve obras no local.

 

Ainda no Lageado, passarela está interditada depois que cabeceira cedeu (Foto: André Bittar)Ainda no Lageado, passarela está interditada depois que cabeceira cedeu (Foto: André Bittar)

O pedreiro Antônio Marcos, de 45 anos, mora no Jardim Aero Rancho e usa o acesso para ir à casa do pai, no Lageado. "Da última vez que passei aqui não estava assim, e se eu não cruzar por aqui, tenho que dar a volta lá pelo Centenário".

De bicicleta com o filho, os dois se arriscaram a cruzar a ponte mesmo caída. Eles colocaram a bicicleta nas costas para descerem o barranco.

Mesmo com trânsito interrompido, motoqueiros atravessam córrego pela Panambi Vera (Foto: André Bittar)Mesmo com trânsito interrompido, motoqueiros atravessam córrego pela Panambi Vera (Foto: André Bittar)

Há duas semanas, na rua Panambivera, bairro São Conrado, o pontilhão que liga os dois lados da avenida Narsi Siufi foi levado depois de uma adutora de romper. A via continua completamente bloqueado. Houve o desbarrancamento da cabeceira da ponte, que está sendo refeita.

Passarela que caiu com fortes chuvas no Carioca (Foto: André Bittar)Passarela que caiu com fortes chuvas no Carioca (Foto: André Bittar)
Para substituir a passarela, há quem opte por tubulação próxima (Foto: André Bittar)Para substituir a passarela, há quem opte por tubulação próxima (Foto: André Bittar)

Já no Jardim Carioca, a passarela no final da Rua 2, construída por por moradores há aproximadamente oito meses, foi derrubada há quase dois meses depois de uma forte chuva.

"Meu filho trabalha ali no Núcleo Industrial e tem que dar a volta lá por trás para conseguir chegar no trabalho", explica o aposentado João Gamarra, de 63 anos. Segundo ele, há quem tenha trocado a passarela caída por uma tubulação que passa alguns metros mais adiante.

De acordo com a prefeitura, no bairro de João não será feito reparo à passarela, já que em novembro do ano passado foi inaugurada uma nova travessia.

A administração municipal planeja construir ainda neste ano uma nova passarela no Lageado, já que a usada por Antônio está interditada. O Executivo estadual deu previsão de concluir as obras na Panambivera até o fim da tarde de hoje.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions