A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

18/01/2013 09:15

Bebê morre, mãe é presa e padrasto diz que agressões eram habituais

Francisco Júnior e Paula Maciulevicius
Na cabeça da criança havia vários ferimentos. (Foto: Reprodução)Na cabeça da criança havia vários ferimentos. (Foto: Reprodução)

O padrasto de Kemely Romeiro Rocha, de 1 ano e dois meses, que morreu na madrugada de hoje (18), em Campo Grande, vítima de maus tratos, disse que a bebê era frequentemente agredida pela mãe, Marlene Romeiro Rocha, 37 anos.

Conforme o padrasto, Francisco Gomes de Carvalho Filho, de 54 anos, que prestou depoimento na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro como testemunha, Marlene era muito agressiva e não tinha paciência com a filha. Segundo ele, ela batia na criança com finalidade de disciplinar, mas que chegou em várias ocasiões a ameaçá-la dizendo que se não parasse de bater na bebê iria denúncia-lá à Polícia. Não há registro de denúncia anterior.

O padrasto contou que a mulher tinha o costume de deixar o bebê com ele e com a outra filha dela de 17 anos.
Marlene é usuária de drogas e já tem várias passagens na Polícia. Entre os crimes cometidos por ela constam tráfico, roubo e receptação. O pai biológico de Kemely está preso pelo crime de roubo.

Ontem, o padrasto disse que a mulher saiu de casa, que fica no bairro Nova Lima, por volta das 15 horas, e deixou a menina pelada sozinha em cima da cama. Ele afirmou que estava no quintal, quando no final da tarde, ouviu um grito e um choro. Entrou na residência e encontrou a criança caída no chão. Ao ver a cena, disse que ficou desesperado e não reparou se o bebê tinha outros ferimentos. Ele diz que colocou Kemely sentada no tapete e saiu do local para procurar ajuda.

Segundo o padrasto, nesse momento a mãe retornava para casa, ele então contou para ela o que havia acontecido e saiu em busca de ajuda.

De acordo com ele, Marlene não esperou seu retorno e levou a criança de bicicleta até o posto de saúde do bairro Nova Bahia. No meio do caminho, a criança foi socorrida pelos tios e levada de carro. 

Conforme a Polícia, a equipe médica do posto constatou a gravidade dos ferimentos e já realizou os primeiros socorros à vítima. Durante atendimento, Kemely sofreu uma parada cardiorrespiratória, mas foi reanimada. Ela teve que ser encaminhada por uma equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) até a Santa Casa, onde não resistiu às lesões e morreu na madrugada desta sexta-feira.

Delegado ouviu o padrasto e a mãe da criança. (Foto: Simão Nogueira)Delegado ouviu o padrasto e a mãe da criança. (Foto: Simão Nogueira)

A direção do posto acionou a Polícia Militar. A mãe e o padrasto foram detidos e encaminhados para a Depac. Os dois foram ouvidos pelo delegado de plantão, Camilo Kettenhober.

Marlene, segundo o delegado, negou com veemência qualquer agressão a filha e ainda tentou culpar o marido pela morte da criança. Ela afirmou que não estava em casa e que tinha saído para comprar leite.

Kettenhober informa que a mulher entrou em contradição durante o depoimento. “Antes de saber da morte da filha ela apresentou uma versão e após receber a notícia de que a bebê não havia sobrevivido relatou outra situação para os fatos. Já o padrasto manteve a mesma versão nos dois momentos em que foi interrogado”, relata.

O delegado ouviu também a equipe médica da Santa Casa que fez o atendimento à criança. Ele foi informado de que as lesões na vítima não foram provocadas pela queda da cama, mas sim por agressão física.

A mesma constatação foi feita pelos médicos do posto Nova Bahia. Eles foram enfáticos ao afirmar que os ferimentos na menina são incompatíveis com a queda da cama e são frutos de agressão física. 

Kemely apresentava várias lesões na cabeça. Ela teve afundamento de crânio.

A perícia esteve na casa onde aconteceu o casal morava com a criança e apreendeu um pano com manchas de sangue. Segundo o delegado, o local é bagunçado e em péssimas condições de higiene.

Após o depoimento, o padrasto foi liberado. Já Marlene está presa e foi indiciada por maus tratos seguido de morte. A pena para este crime é de quatro a 12 anos de prisão. Segundo o delegado, o indiciamento foi este porque, o uso da violência com intenção de disciplina caracteriza maus tratos. 



Mãe de DEUS, uma judiação, mother of god!!! Meus pesares, agora para quem eu não sei, mãe presa e pai marginal..
 
Luiz augusto Ocampo em 18/01/2013 17:23:45
O que vemos nos comentários são pessoas tão baixas quanto a mãe assassina, querendo linchá-la, espancá-la e matá-la. Não notam que estão sendo tão irracionais e assassinos quanto a mãe foi.
 
Octavio Mendes em 18/01/2013 13:45:28
Peloo amor de deus eu só mae e tenho 17 anos ja mais teria coragem de fazer isso com filho meu, acho que deveriamos presta mto atenção em botamos dentro de casa,acho que independente se ela e usuaria uma mae não teria coragem de fazer isso e um dor tão grande no coração-Conheço a mãe dessa criança deste que eu era pequena mais ela nunca foi de fazer isso com nem um filho dela a justiça deveria analisar melhor esse padastro dessa criança -Tomara que a justiça seja feita peramte a justiça de Deus
 
Mylena Peres da Silva em 18/01/2013 13:05:06
MUITO TRISTE ESSA HISTORIA,O PADRASTO TAMBEM E RESPONSAVEL,CADEIA PROS DOIS.
 
GISLAYNE GIMENEZ em 18/01/2013 12:52:20
As vezes me sinto como se não estivesse neste mundo, na verdade não gostaria de pertencer ao mesmo mundo dessa "pessoa" que cometeu este ato cruel se é que foi ela mesmo, apesar que todas as evidencias estão contra ela, penso que este anjo veio ao mundo para mostrar- nos o quanto existe pessoas más e justiça cega, os defensores dos direitos humanos com certeza irão vão se levantar e defender essa criatura, sem pensar que direitos humanos são pra humanos direitos.
 
Maria Aparecida Florenciano em 18/01/2013 12:07:47
Como se fala besteira!!! Não se sabe nem o que aconteceu ao certo, a suspeita sequer foi acusada ainda, muito menos julgado, e o pessoal vem com a mesma e surrada conversa de sempre: Mata, espanca, fuzila, tortura... É assim, sempre se nivelando por baixo... Falam em "monstro" e querem agir "tal como"....E falar que Prisão no Brasil é hotel??? Deve estar de "brincadeira".... Está muito mais para "chiqueiro", "máquina de triturar gente", que para "hotel"...É só ler um pouquinho, um pouquinho, deixar de lado os "BBBS e fazendas" da vida que a pessoa enxerga a realidade prisional do Brasil...
 
Adriano Barros em 18/01/2013 11:58:08
só de ouvir falar que uma criança morreu eu fico triste.
 
MARIO MARCIO em 18/01/2013 11:40:33
Concordo com a Vanessa, ela vai dizer que não se lembra por conta da droga, sabe deveria ter espalhado pela cidade outdoor com fotos desses monstros, pelo menos assim eles seriam conhecidos. Amanha vai estar nas ruas, receptando, roubando e engravidando e matando....
 
silvia Magalhães em 18/01/2013 11:30:04
Muito triste essa noticia e revoltante. Quantas mulheres que não conseguem engravidar e essa, que mais pode ser chamada de monstro, que é capaz de matar. Que fica mofando na cadeia, ja que nossas penas são leves. Pessoalmente, creio que deveria voltar aos tempos antigos e apedrejar um ser desses. Ja o seu companheiro, se tinha conhecimento e presenciava, deve ser considerado cmo co-autor, uma vez que não fez nada para interromper esse sofrimento da criança. Que fosse dar parte, fazer B.O. ou qualquer outra atitude que demonstrasse estar contra esses atos de selvageria contra um ser indefeso. O que me faz crer que também cooperasse e agisse contra a criança. Que falta faz a pena de morte!
 
Jéssica Santos em 18/01/2013 11:18:53
Ela merece ser espancada até a morte.
 
Adauto Cordeiro em 18/01/2013 11:15:59
é lamentavél uma criança inocente pagar pelos erros de pessoas sem coração, o tanto que naum sofreu sem nada poder fazer, que dor aqui no meu coração, esse tipo de pessoa é digno de pena, drogas e bebidas que acaba com a vida de qualquer familia... um anjinho pagar pelo erros de pessoas adultas e sem responsabilidade...
 
clarice pereira em 18/01/2013 11:09:05
Acho que alguém deveria surrá-la, vários dias seguidos. Surra, espera melhorar, surra de novo e assim vai. O problema do brasil é que a cadeia é um hotel, que ainda dá um dinheirinho para os filhos dos hóspedes! se fosse um lugar infernal as pessoas pensariam antes de agir e serem mandadas pra lá, cadeia deveria ter tortura, deveria ser a pior coisa do mundo. Mas não, o direitos humanos protegem essa corja. Esses ativistas do DH deveriam levar os coitadinhos à margem da sociedade blá blá blá pra casa.
 
Claudia S Barros em 18/01/2013 11:05:12
Eu acredito na seguinte situação. Deus não impede em nada que o homem faça, mas o pune quando faz. A situação é de extrema tristeza, pouquissímas pessoas farião algo que essa pessoa fez, se por um é triste para todos nos quem sabe Deus guardaria melhor essa criança do que uma mão como essa. O sofrimento dela seria maior ainda se convivence com um mão assim. Mais uma criança se foi, um absurdo, nã dá nem em pensar em perdão nesse momento, mas como Deus é sábio todos os nossos caminhos já estão traçados, ele sabe cada paço que vamos dar.
 
jose carlos em 18/01/2013 10:58:44
a criança de 1 ano e 2 meses morreu ,a mae de 37 anos , foi presa ,e em uma ação da policia, seu filho de 20 anos foi preso em uma boca de fumo junto com sua enteada de 17 anos e 2 netos .o filho autuado por posse de droga (maconha) a enteada encaminhada a delegacia de proteçao ao menor e ao adolescente e os seus 2 netos encaminhados a um abrigo_.Este é o fruto do caos social.
 
altamir batista de amorim em 18/01/2013 10:51:48
O Criador não tem nada a ver com o livre-arbítrio do ser humano. As escolhas que as pessoas fazem resultam em bem ou mal. O Criador vai desfazer a maldade, até lá cada um é responsável pelas suas ações que resultam muitas vezes em sofrimento para o próximo.
 
Higor Almeida em 18/01/2013 10:48:52
Só pra confirmar.Essa bandida na acepção da palavraé ou era conforme a materia uma ex-presidiária com diversos crimes cometidos por ela,é isso né? Bem,ai vem a maldita justiça e coloca em liberdade esse troço,QUANDO TODOS,MAIS TODOS MESMO sabemos que pessoas com passagens pelos mais diversos crimes continuarão bandidas.Isso ta provado.Agora a ASSASSINA DE UMA CRIANÇA está presa novamente,mas daqui há cinco meses no máximo, ela DARÁUMA DE SANTA,ou se CONVERTERÁ EM UMA DESSAS IGREJAS e ai viráa JUSTIÇA e diante do pseudo bom comportamento dele,colocaráa mesma em liberdade.Quer apostar quanto?
 
Gilson Giordano em 18/01/2013 10:40:51
O padrasto tem cumplicidade também,até porque ele era sabedor dos malltratos e não tomava nenhuma proviência.Admiro também os vizinhos,familiares dessa demoniaca que não tomavam providência alguma.Uma monstra dessa tem que tomar uma lição daquelas ,que com certeza lhe espera por parte das próprias companheiras de cela.Deus,na sua infinita bondade,já sarou e deu alívio a alma dessa anjinha.
 
Ada silveira em 18/01/2013 10:36:41
Infelizmente mais uma criança vitima da miséria ,e da guarda de irresponsáveis e por causa da maldita droga.Isto é muito profundo ,é um problema social que só tende a aumentar as estatisticas de violencia domestica.
 
altamir batista de amorim em 18/01/2013 10:34:27
a sociedade não cria nada ! pode até interferir, mas o individuo é único e cada qual segue seus instintos, no caso seguiu o pior,,,
 
sandra lima em 18/01/2013 10:30:24
estou lendo essa materia e estou com olhos cheio de lagrimas, triste, amargurado, com um aperto no coraçao, tenho um filho de 3 anos que e a minha alegria e de minha esposa, quando chego do trabalho ele vem me abraçar, beijar, quer colo nossa e a coisa mais deliciosa do mundo ter um filho, esse tragedia que essa mae cometeu com seu filho serve de exemplo para nos pais ficarmos atentos com o mundo que vivemos, que pensa somente nessa correria louca de ganharmos dinheiro, status, poder e deixar a familia em segundo plano, pois o amor, carinho, atençao e o cuidado sao coisas que nao podemos comprar e sim dar, o sorriso de uma criança e melhor que o premio de uma loteria.
 
jonecir moura em 18/01/2013 10:29:31
Na minha opinião, esse tipo de pessoa deveria apodrecer na cadeia. Concordo com a Aline, em nehum momento essa criatura monstruosa pode ser chamada de mãe.
Agora me pergunto: Como pode existir pessoas tão covardes como esse padrasto? Que se omite em uma ocasião desta. Deveria ser indiciado também, pois não cumpriu com a obrigação de cuidar e zelar de uma criança tão pequena e incapaz de se defender...
Espero que a justiça faça essa criatura pagar pelo que fez, apesar de que nada trara a pequena Kemely de volta. Deixo um questionamento: Onde estava a famía dessa menina que não viu essa barbaridade?
 
Juliana Santos em 18/01/2013 10:22:24
Claro que a notícia é chocante, terrível, triste demas! Contudo, é bom não se fazer juízos precipitados, no "calor da notícia", como se o fato já estivesse comprovado, como se tudo já fosse claro e definido...Basta ver o que ocorreu nesta semana mesmo, com um suposto padrasto que teria abusado uma menina de 12 anos - muitos, aqui mesmo, xingaram, ofenderam, "desceram o pau" no pobre coitado que, no fim das contas, não tinha feito absolutamente nada. Outra coisa: "não é porque a pessoa é drogada que não pode ser punida! Não tem nada a ver uma coisa com a outra!! Ela só não será punida se for MENTALMENTE ABSOLUTAMENTE INCAPAZ, ABSOLUTAMENTE, SEM A MÍNIMA, A MÍNIMA NOÇÃO DO QUE EVENTUALMENTE FEZ
 
Adriano Barros em 18/01/2013 10:19:05
Também sou mãe, meu filho tem 1 ano e 9 meses, seu o quanto é difícil criar um filho, mas nada justifica o que essa mulher fez, o que mais me preocupa é: Se as agressões eram frequentes será que não tinha nenhum vizinho, parente, amigo que percebesse e tentasse fazer algo? E a filha de 17 anos? Padrasto? Todos cúmplices! Que Deus tenha misericórdia dessa mulher, infelizmente mais uma vítima das drogas, ela pôs fim a vida de um anjo que Deus confiou a ela, para amar, cuidar, ensinar...essa criança poderia trazer uma nova vida à mãe, a família. Muito triste tudo isso, mas agora o anjo Kemely tem amor, carinho e descansa no colinho do Papai Jesus Cristo!
 
Hellen Carrilho em 18/01/2013 10:13:40
O padastro tambem deveria ser responsabilizado porque sabia dos maus tratos e nao fazia nada ...ou seja era conivente com a situaçao ....entao tem culpa tambem .....
 
ROGERIO CARVALHO em 18/01/2013 10:12:50
eu estou engasgada meu deus tenha misericordia nao posso quastiona o senhor o porq d tudo isso mas estou indgnada senti na carne oq um anjinho tem q sofre as consequencias de pessoas que nao da nen pra classifica como ser humano ..... eu lamento
 
skarlath almeida silva em 18/01/2013 10:06:46
Meu Deus do céu, o mundo jaz no maligno mesmo. Só Deus para nos livrar do mal.
 
Leda Belliard em 18/01/2013 10:06:30
? porque do criador deixar estas coisas acontecerem, tantas familias querendo uma criança......, maltratar um ser indefeso......acho que a sociedade esta criando monstros.....
 
joao de souza em 18/01/2013 09:55:12
NOSSA CADA VEZ QUE VEJO UMA NOTÍCIA DESSA ME DÁ UM DESESPERO. COMO PODE UMA PESSOA FAZER MAL A UM SER TÃO INDEFESO E TÃO DEPENDENTE, COMO PODE UMA MULHER, QUE CARREGOU E GEROU UM SER DENTRO DE SI FAZER MAL A UM PEDAÇO SEU, PQ UM FILHO É UM PEDAÇO DA GENTE. UMA PESSOA DESSA NÃO MERECE VIVER É MUITA MALDADE, MUITA MALDADE MESMO.
 
Manuh Gregory em 18/01/2013 09:54:29
SO PENA DE MORTE. RESOLVE ESSE CRIME. ISTO NAO E MAE E UM ANIMAL. OLHA QUE ATE OS ANIMAIS PROTEGEM SEUS FILHOTES.
 
OTAILSON GARCIA em 18/01/2013 09:50:03
Que triste notícia, essa pessoa não se deve e nem pode ser chamada como "MÃE", pois ser mãe é ter amor, proteger sua cria, educa-la de uma boa forma, não com equintes de crueldade. Para ser mãe você tem que ter um dom, bom eu penso assim, e é o que essa monstra não tem ... Estou muito triste com isso, essa bebê virou um anjinho apesar que já era um ...
 
Aline Melo em 18/01/2013 09:47:47
Essa mulher não pode ser nem chamada de animal, pois isto seria uma ofensa a eles.... Ela é um monstro, um sem vergonha que coloca filho no mundo e depois mata.... Porque ele não toma vergonha na cara e não bate a própria cabeça na parede para deixar de ser safada e usar drogas... Dai a pouco ela declara que não se lembra pq tava drogada. É sempre assim. Espero que ela apodreça na cadeia e que la leve um corretivo de acordo....
 
Vanessa Cabral em 18/01/2013 09:35:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions