A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

18/01/2013 10:17

Filhos de suspeita de matar bebê de 1 ano são encontrados em boca de fumo

Francisco Júnior
Filhos e netos de Marlene são encaminhados para a delegacia. (Foto: TV MS Record)Filhos e netos de Marlene são encaminhados para a delegacia. (Foto: TV MS Record)

Os dois filhos e os dois netos de Marlene Romeiro Rocha, 37 anos, presa nessa sexta-feira (18) suspeita de maus tratos que resultaram na morte da própria filha, Kemely Romeiro Rocha, de 1 ano e dois meses, foram encontrados em uma casa que a Polícia acredita ser um ponto de venda de drogas no bairro Nova Lima.

No local, estava o filho mais velho de 20 anos, uma adolescente de 17 anos e os dois filhos dela. A Polícia apreendeu ainda dois tabletes de maconha em estado bruto, inadequado para consumo.

O rapaz informou aos policias que as porções eram para consumo próprio. Ele foi detido por posse de droga para consumo pessoal. A adolescente foi levada para a DEPCA (Delegacia Especializada em Proteção a Criança e ao Adolescente), onde presta depoimento.

Já os dois filhos dela foram encaminhados para o Conselho Tutelar.

Marlene está presa na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro desde a noite de ontem. Ela foi indiciada pelo crime de maus tratos seguido de morte.

A filha dela morreu na Santa Casa de Campo Grande com afundamento de crânio. Kemely apresentava várias lesões pelo corpo provocadas por agressões, segundo a Polícia.

Eventos de Natal, inauguração de igreja e obras interditam 9 ruas na Capital
A Agetran (Agência Municial de Transporte e Trânsito) informa que pelo menos 9 ruas terão o tráfego impedido neste domingo (17) em Campo Grande. O fe...
Bandidos armados com faca usam carro prata para assaltar vítimas
Dois homens armados com faca em um carro prata - com placas HTI-8594 - assaltaram ao menos duas vítimas, na madrugada deste domingo (17), no Bairro C...


Cássia

O processo de adoção no Brasil não é tão burocrático qto mtos propagam por aí, inicialmente o pretendente à adoção deve participar de um curso de apenas 4 horas, onde são apresentados os aspectos jurídicos, psicológicos e sociais da adoção. Após, dá entrada no processo de habilitação à adoção onde passará por avaliação psicológica e social, só então o juiz decidirá se´o pretendente está apto ou não à adoção. Qto ao tempo de espera, é proporcional as exigências c relação ao perfil da criança, qto mais exigências, mais tempo de espera. P quem abre os braços p receber uma criança maior ou que integre grupo de irmãos a demora não é assim tão grande, mas infelizmente a maioria das pessoas busca uma criança de até 3 anos, sexo feminino, branca e tantas exigências mais, daí a demora.
 
Regiane Silva em 18/01/2013 16:26:28
O meu DEUS, tantas pessoas louca para adotar uma criança, e pessoas monstruosas, matando seus inocentes anjinhos, que nao pediu para vir ao mundo, eu acho que nossa lei sobre adoçao teria que ser mais branda, e com menos borocracia, e proporcionando assim, a possibilidade daquelas pessoas, que tanto sonha em adotar uma Criança!!!!!
 
CASSIA DA SILVA em 18/01/2013 11:29:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions