ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, SEGUNDA  27    CAMPO GRANDE 15º

Capital

“Bota casaco, tira casaco” confunde campo-grandenses em 1ª frente fria do ano

No bairro Vida Nova III, pessoas foram pegas de surpresa com a queda da temperatura na manhã desta quinta

Por Natália Olliver e Geniffer Valeriano | 18/04/2024 09:38
Anteciação da frente fria pegou pessoas de surpresa nesta quinta (Foto: Marcos Maluf)
Anteciação da frente fria pegou pessoas de surpresa nesta quinta (Foto: Marcos Maluf)

Na primeira frente fria do ano, o “bota casaco, tira casaco” confunde os campo-grandenses. A frase famosa do filme Karate Kid tem sido rotina na vida de quem mora na Capital. Agora, o dilema do guarda-chuva deu espaço a outro questionamento: levar ou não agasalho.

Nesta quinta-feira (18), o ensinamento de Jackie Chan no longa-metragem fez ainda mais sentido. Às 6h, fez 15,3ºC em Campo Grande, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) e às 10h de hoje, termômetros marcaram 23,1ºC na Capital - uma oscilação de 7,8 graus Celsius em 4 horas.

No início desta manhã, pessoas saíram às ruas com blusas de frio, mas foram obrigadas a tirar horas depois devido à oscilação de temperatura. Inicialmente, conforme a meteorologia, os termômetros teriam uma queda brusca a partir desta sexta-feira (19). Apesar da previsão, o clima pegou as pessoas de surpresa.

No Bairro Vida Nova III, Iranilda de Oliveira, de 77 anos, conta que esperava que o frio chegasse mais tarde. “Estava com os casacos preparados, todos limpinhos e preparados. Vou ficar só com esses, são velhinhos, mas servem. Achei que ia ser depois o frio”.

Iranilda de Oliveira não esperava pelo frio desta manhã, no bairro Vida Nova III (Foto: Marcos Maluf)
Iranilda de Oliveira não esperava pelo frio desta manhã, no bairro Vida Nova III (Foto: Marcos Maluf)

Rubineia Gamarra, de 45 anos, também foi pega de surpresa e diz não ter agasalho o suficiente para enfrentar a frente fria. “Mas também não tenho como comprar. A gente vai se virando como dá”.

A funcionária pública Jacqueline Melo, de 41 anos, afirma não sentir a queda antecipada da temperatura. “Por enquanto tá tranquilo, mas estou tentando procurar casaco, principalmente para minha filhas que estudam de manhã. Os casacos do frio passado já não servem mais. Então vou ter que comprar novos”.

Rosilene Morales, de 49 anos, também alega não sentir diferença significativa no clima nesta quinta-feira. Entretanto, tem percebido a mudança durante as manhãs. ”Essa região sempre fica mais gelada. Quando faz frio, é muito frio; quando faz calor, é muito calor; e quando chove, chove mesmo. Talvez outras pessoas sintam mais, principalmente as crianças pequenas. Aqui em casa já estou preparada”.

Tempo - A meteorologia explica que a queda de temperatura é resultado da atuação de uma massa de ar frio sobre o Estado. Há um alerta para declínio de temperatura que deve durar até sexta-feira, mas os termômetros já começam a subir a partir de sábado. Em Campo Grande, o dia amanheceu parcialmente claro. A máxima pode chegar aos 27 °C ao longo do dia.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias