A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

28/08/2016 13:00

Cara, vacina contra a dengue encalha nos estoques de clínicas particulares

Prophylaxis e Imunitá tem as doses desde o início do mês, mas até agora, só dez se vacinaram

Anahi Zurutuza
Cada ampola da vacina contra a dengue tem cinco doses (Foto: Fernando Antunes)Cada ampola da vacina contra a dengue tem cinco doses (Foto: Fernando Antunes)

A procura por mais informação sobre a vacina que previne a dengue é quase diária, mas até agora, poucas pessoas tiveram coragem de desembolsar de R$ 308 a R$ 350 pela dose. Na clínica Prophylaxis, dez pessoas se vacinaram depois que o imunizante chegou, no início do mês.

A Imunitá, outra clínica que tem as doses disponíveis, também não vacinou pacientes ainda e a Vaccini começa a oferecer a aplicação nos próximos dias.

 

“É uma vacina nova, as pessoas ligam muito para perguntar sobre a quantidade de doses, como ela previne a doença, mas preferem não agendar o horário da aplicação”, explicou a técnica de enfermagem da Prophylaxis, Cristiane Cândida.

A situação acontece desde o início do mês. No dia 4 de agosto, quando as doses chegaram, os telefones das duas clínicas privadas que já tem as doses não pararam. Mas, nenhum dos clientes agendou a vacinação.

Quem quiser fica protegido contra a dengue terá de desembolsar cerca de R$ 1 mil, porque cada paciente tem de fazer três aplicações num intervalo de um ano.

Agendamento – As clínicas estão agendando horário para aplicar a vacina porque cada ampola com o imunizante contém cinco doses e após a abertura do frasco, o conteúdo tem validade de seis horas. Com o agendamento, o estabelecimento consegue concentrar cinco clientes neste intervalo de tempo e não têm de desprezar o que vencer.

 

Mais para o fim do ano, quando mais casos de dengue começarem aparecer, pode haver correria às clínicas. Pelo menos é a previsão feita no início do mês pela administração dos estabelecimentos.

A SES (Secretaria de Estado de Saúde) já prevê nova epidemia da doença, entre dezembro e o fim do primeiro trimestres de 2017.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions