ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, QUINTA  20    CAMPO GRANDE 32º

Capital

Casa em área nobre foi reformada para virar cassino

Local foi alvo de denúncia anônima e equipe da Polícia Militar apreendeu 14 máquinas caça-níquel na residência

Por Ana Paula Chuva e Bruna Marques | 28/05/2024 07:29
Fachada da casa onde foram encontradas as máquinas caça-níquel (Foto: Marcos Maluf)
Fachada da casa onde foram encontradas as máquinas caça-níquel (Foto: Marcos Maluf)

A casa onde funcionava um cassino clandestino na Rua Luiz Dodero, Bairro Jardim São Bento, área nobre de Campo Grande, passou mais de um ano com placa de aluga-se e foi reformada há poucos meses, segundo vizinhos. No local foram encontradas 14 máquinas caça-níquel após denúncia anônima à PM (Polícia Militar).

Equipe da Força Tática da 6ª Companhia Independente da Polícia Militar fechou o cassino na noite de ontem. Um homem de 36 anos que estava no local contou ter sido contratado por uma mulher há um mês e que a casa funcionava há dois meses. Ele foi levado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) Cepol, mas não foi preso.

Hoje a equipe do Campo Grande News esteve na residência, segundo vizinhos, não havia muita movimentação no local. Eles viam apenas o homem de 36 anos entrando e saindo e, ontem, momentos após a saída da polícia, ele retornou na casa em um veículo Celta.

Além disso, os moradores da região relataram que a casa passou muito tempo com placa de aluga-se e há pouco menos de um ano foi reformada e passou a ser frequentada por esse homem. No entanto, ninguém sabia do funcionamento do cassino.

Conforme apurou a reportagem, o local foi denunciado por um ex-funcionário e movimentava aproximadamente R$ 25 mil. Segundo boletim de ocorrência, as máquinas estavam ligadas no momento em que a polícia chegou. Foram apreendidas 14 máquinas caça-níquel e mais três máquinas de cartão. Tudo foi entregue à Polícia Civil.

Parte das máquinas encontradas em um cômodo da residência (Foto: Juliano Almeida)
Parte das máquinas encontradas em um cômodo da residência (Foto: Juliano Almeida)

Caso – A equipe da PM recebeu denúncia anônima de que duas pessoas estariam armadas e discutindo em frente a uma casa de jogos de azar. Os militares então foram ao local e encontrou o funcionário que afirmou ser segurança do local.

Ele confirmou que a casa funcionava como cassino clandestino e recebia um grande fluxo de apostadores. As máquinas, avaliadas entre R$ 30 e R$ 40 mil, estavam equipadas com cadeiras almofadadas em um ambiente escuro.

Os equipamentos foram retirados do local com um guincho e devem ser periciados. O dono das máquinas e responsável pelo aluguel da casa não foi encontrado. O segurança, segundo vizinhos, voltou ao local e retirou algumas coisas. (Colaborou Anahi Zurutuza).

Equipamentos foram retirados em guincho e levados para a delegacia (Foto: Juliano Almeida)
Equipamentos foram retirados em guincho e levados para a delegacia (Foto: Juliano Almeida)

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias