ACOMPANHE-NOS    
ABRIL, TERÇA  13    CAMPO GRANDE 23º

Capital

Casal abandona bebê em mercado para ir ao bar no Tiradentes

Depois de 19 dias sem o filho, o pai resolveu buscar a criança e foi surpreendido pelo Conselho Tutelar

Por Alana Portela | 08/04/2021 06:58
O caso foi registrado como abandono de incapaz da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol (Foto: Paulo Francis)
O caso foi registrado como abandono de incapaz da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Cepol (Foto: Paulo Francis)

Uma mulher de 34 anos acionou a polícia após um casal abandonar um bebê dentro do carrinho ao lado de um supermercado, localizado na Avenida Marques de Pombal, no bairro Tiradentes, em Campo Grande.

O abandono de incapaz ocorreu no dia 21 de março, porém só ontem (7), a mulher procurou a delegacia para registrar o boletim de ocorrência e denunciar a situação.

Conforme informações do boletim, no dia 21 do mês passado, o casal deixou o bebê em um carrinho. Nesse dia, por volta das 15h, a mulher foi até o supermercado onde encontrou a criança ao lado de uma moça que estava pedindo dinheiro na calçada.

Após conversar com a moça, a mulher soube que os pais do bebê, mãe de 24 anos e o pai de 31 anos, estavam em um bar bebendo perto do local.

Uma hora mais tarde, uma vizinha do bar pegou a criança que estava no carrinho e levou na casa da mesma mulher que viu a moça no supermercado, onde deu banho e depois levou para os pais que estavam no bar.

Horas depois, a moradora da casa onde a criança tomou banho pediu para uma de suas filhas ir até o bar ver como estava o bebê, momento em que o pai entregou o filho, pedindo que levassem do local.

No dia seguinte, o pai foi até a casa da moradora perguntar por quanto tempo ela podia ficar com o bebê e em seguida foi embora. Depois de 19 dias, ele resolveu voltar para buscar a criança.

Revoltada com a situação e preocupada com o bebê, a moradora não entregou a criança e acionou o Conselho Tutelar na tarde de ontem (7), quando viu o pai da criança.

Com medo de ser preso, o pai fugiu do local. O Conselho Tutelar foi até a residência onde encontrou o bebê. Em seguida, a moradora foi até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário Cepol (Centro Especializado de Polícia Integrada), onde registrou a ocorrência por abandono de incapaz.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário