A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/01/2011 18:32

Emha será mais rigorosa na fiscalização das casas doadas

Viviane Oliveira
José já pagou R$ 2300 em alguel. (foto: João Garrigó)José já pagou R$ 2300 em alguel. (foto: João Garrigó)

O aposentado José Francisco dos Santos, 72 anos, e a esposa vivem um pesadelo há 3 meses. São exemplo de pessoas humildes que alugam imóveis da Emha (Empresa Municipal de habitação), o que é proibido.

Eles moram em uma casa no Jardim Noroeste há dois anos e 11 meses, mas depois da proprietária ser ameaçada de perder o imóvel, por ter alugado, a tranquilidade do casal acabou.

“Eu pagava R$ 100 todo mês de aluguel, água e luz até que esses dias ela chegou e pediu a casa. Pedi um prazo de 90 dias para sair, fui e conversei na Emha”, disse o aposentado que foi orientado pela secretaria para não sair do imóvel.

Hoje pela manhã, o casal procurou a Polícia Civil, mas nem sequer conseguiu registrar Boletim de Ocorrência, porque não são donos do imóvel, nem têm o contrato de locação.

José Francisco garante que a dona da casa já foi contemplada por duas vezes em projetos populares da prefeitura de Campo Grande, e que a primeira casa ela trocou por uma moto Biz.

José ficou quatro dias sem energia. Foto: (João Guarrigó)José ficou quatro dias sem energia. Foto: (João Guarrigó)

Conforme José, a família já pagou no total R$ 2,300 de aluguel no residencial Leon Delizar Conte, mesmo com a renda de R$ 600 reais por mês.

O aposentado mora com a esposa Demis Pinheiro Mendes, 74 anos, e relata que depois que a proprietária ficou sabendo que tinha perdido a casa, cortou a água e a luz do casal de idosos.

“Ela nos ameaça dizendo que vai colocar fogo na gente se não sairmos da residência”, disse o aposentado.

Ilegal - As famílias que são contempladas com as casas da Emha (Agência Municipal de Habitação) não podem vender e nem alugar as casas. De acordo com o diretor-presidente do órgão, Paulo Mattos, a prefeitura ficará cada vez mais rigorosa com quem adquirir o imóvel com esse objetivo.

Paulo explica que esse é um exemplo do que vai acontecer com quem é beneficiado com casas populares e aluga ou vende. “A pessoa vai perder a casa, estamos incentivando o locatário a denunciar. Se ele provar que paga água, luz, aluguel e não tiver outro imóvel, nós vamos regularizar o locatário”, afirma Paulo.

Segundo o diretor a população está transformando as casas da Emha em negócios imobiliários. “Nos já flagramos um cidadão que tinha 20 casas populares alugadas. Tem gente que vende uma casa por R$ 1 mil, e os investidores compram para revender", comenta.

Terminal rodoviário de Campo Grande oferece cartões de Natal gratuitos
A rodoviária de Campo Grande, mais um ano, oferece gratuitamente cartões de Natal gratuitamente para os passageiros que passarem pelo local até o pró...
Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...


Meu marido tem uma inscrição na emha e nunca saiu uma casa pra nós muita gente consegue as casas e depois vende eu acho um absurdo deveria ter mais atenção na hora de fazer as entregas da casa pois tem pessoas que precisam mais.Pagamos aluguel e as pessoas que ganha a casa vende é sinal que não precisa,pois nós preciamos e estamos a espera da casa própria.
 
Bruna Araujo Da Silva em 14/04/2011 12:46:06
Não acho, como muita gente pensa, que o casal de idosos devam ficar com a casa. Como a proprietária, que não poderia ter alugado, eles também agiram de má fé ao alugar, porque todo mundo sabe que isso é proibido. Só porque são velhos estão imunes à lei e se eximem da culpa? Assim fica fácil né? Eles não são os únicos que precisam de casa e devem, como todos, entrar no critério de sorteio. Este ano fazem 12 anos que tenho inscrição nem por isso nunca tentei tomar nada de ninguém. A Emha deveria ter um critério, fazer uma investigação, realmente há muita safadeza nessa história, e, pelo jeito, quem pode mais chora menos.
 
Isabel Aparecida Arguelho em 17/02/2011 02:44:23
Que vergonha!!! A Emha deveria fazer uma investigação primeiro se a pessoa tem todos os requisitos para receber estes imóveis, se tem veículos, pois quem tem condições de ter carro ou moto pode muito bem vender andar de onibus e comprar uma casa.
 
Paulo Sérgio de Lira em 29/01/2011 10:43:50
Olha, eu nao entendo...sou da epoca que fio de bigode valia muito...existe o erro sim, de ser proibida a locaçao do referido imovel, neste caso a situaçao deveria ser corrigida pela empresa administradora dos imoveis, retirando do imovel o locatario e o proprietario, e ai sim, oferecendo o mesmo a outro.
Na minha opiniao o locatario assim como o proprietario estao agindo de ma fé, sendo assim, ambos devem ser penalizados.
 
mauricio alandislau em 29/01/2011 10:28:16
Como se diz, tem sempre o "jeitinho brasileiro", em outras palavras malandragem, sempre tem alguém que facilita pra uns, menos necessitados e dificulta pra outros que realmente precisam, isso vamos ver sempre e nunca vai mudar...
 
Oswaldo Junior em 29/01/2011 10:21:53
Se o próprio Diretor da EMHA, diz que "FLAGRAMOS UMA PESSOA QUE TINHA 20 CASAS POPULARES ALUGADA", fico imaginando qual o criterio para distribuição desses "MIMOS".
 
valter oliveira em 29/01/2011 09:06:53
não precisamos nem comentar, mas quem fiscaliza é conivente ou incompetente
 
joldmar carlos da silva em 29/01/2011 09:00:59
E UMA VERGONHA!!
O PIOR QUE NINGUEM FAZ NADA
ATE CUANDO VAMOS VEVR ASSIM SEM DIGNIDADE?
 
josias matias dos santos em 29/01/2011 08:25:22
sou contra a pessoa ganhar casa e alugar ou vender, mais que este casal de idoso esta usando de ma fé com a senhora que confiou nos mesmos. ja viu aquela frases que os pilantras tambem emvelhecem.
 
joaquim almeida em 29/01/2011 08:18:46
COMO PODE UMA PESSOA TER 20 CASAS DA EHMA, MINHA ESPOSA FEZ INSCRICAO EM 2001 E ATÉ HOJE NÃO RECEBEMOS CASA NENHUMA, PORQUE.
NÃO TEMOS CONHECIDOS POLITICOS PARA NOS AJUDAR NOS SORTEIO, ESSA PESSOA QUE TEM 20 CASASSSSS RECEBEU O QUE DUAS CASAS POR ANO E NÓS NADA EM DEZ ANOS.............................................
 
RUBENS GOMES em 29/01/2011 06:28:06
O casal de aposentado foram orientados a não desocupar o imóvel, mas quem vai garantir a segurança de ambos ? A proprietária ? Que recebe o aluguel todo mês, deveria ficar responsável pela segurança deles pois está ameaçando os mesmo. Eles deveriam fazer um B.O. para terem uma garantia de vida.Acho justo que a casa seja transferida aos locatários , visto que estão pagando água e luz e aluguel todos os meses.
 
Joaquim Silva em 28/01/2011 11:50:00
Essa Emha é de uma desorganização. Pq conheço pessoas que esperam há mais de 5 anos por uma casa e não conseguem e pessoas que nem necessitam tanto assim e são contempladas rapidamente. Essa da pessoa que tinha 20 casas populares eu não sabia!!! Meu Deus!!!!

Se a Emha fosse justa, deveria dar prioridade à idosos, à mães solteiras que sustentam famílias, e as pessoas que já solicitam casas há muitos anos. Fica aí a sugestão.
 
Luana Luare em 28/01/2011 10:01:03
Essa EMHA é uma das maiores enganações do povo campo-grandense, o Ministério Público que teria de investir para investigar quem distribui casas irregularmente, fica só de telespectador ou tem parte com o esquema ou é muito cego!
Vários casos de pessoas que nem precisa e tem casa, e aqueles para quem deveria ser destinadas as casas sofrem com aluguel.
Isso demonstra uma indústria do tráfico de influência e descaso com projetos sociais.
 
Lisandro Roberto em 28/01/2011 09:25:41
Felizmente alguém trouxe esta realidade à tona, e os culpados desta história não são somente os contemplados mas sim os nosso políticos, que estão distribuindo as casas que deveria ser ocupadas por pessoas como este casal de idosos que realmente necessitam da moradia, se andarmos pelo Jardim Noroeste vamos nos deparar com 40% das moradias abandonadas, sim pois os verdadeiros 'proprietários' ou seja os contemplados não estão morando lá, estão aguardando um bom negócio. Que a Emha fiscalize primeiro os politicos distribuidores de favores e moradias.
 
Jair Lorandi em 28/01/2011 09:20:57
E aí? Espero sinceramente que a Emha resolva esse problema doando uma casa nova para o casal, uma vez que são idosos, desprotegidos e estão à mercê de alguém sem escrupulos, que só tem coragem de fazer o que tá fazendo devido a idade dos "inquilinos". Espero também que a Emha cumpra a resolução de tirar os imóveis de quem utiliza para alugar ou revender, pois há muitas pessoas que necessitam de fato e não conseguem.
Mas vejam bem, outra casa, pois essa já deu desgosto demasiado ao casal!
 
Simone M em 28/01/2011 08:06:06
como que alguem tem 20 casas??
quais são os critérios para se ter uma casa destas?
lamentável...
 
marcel dos santos nobre em 28/01/2011 07:59:48
É assim mesmo que ,que acontece ,pessoas que nem precisa de moradia conseguem facil essas casas ,e vende ou aluga enquanto varias pessoas pagão aluguel.
Aqui em jardim se fizerem uma vizitinha irão constatar que a maioria das pessoas que moram nesse tipo de casa ,ou porque comprou ou porque alugam.
 
alcides soares da silva em 28/01/2011 07:53:05
A prefeitura deveria fiscalizar mesmo,pois são muitas pessoas que não precisam dessas casas e que são contempladas,enquanto outras não têm condições para comprar uma casa e gastam pouco do que tem para pagar aluguel,como é no caso do casal.Fiscalizar de forma séria e não fazer "vistas grossas" para esse tipo de situação.
 
Márcia Rodrigues em 28/01/2011 07:17:58
A prefeitura deveria passar a casa para o casal de idosos, ja que o antigo dono esta fazendo mal uso do imovel..... casa é para que realmente merece... vamos fazer a coisa certa..... deixe o casal na casa..... Acreditamos em vc Marum
 
julio trindade em 28/01/2011 07:10:56
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions