ACOMPANHE-NOS    
JULHO, DOMINGO  12    CAMPO GRANDE 18º

Capital

Vigiado por terra e por ar, grupo se manifesta contra o racismo

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro também realizaram ato no Obelisco

Por Tainá Jara e Guilherme Correia | 06/06/2020 16:06
Protesto ocorreu com fiscalização da PM e da Guarda Municipal (Foto: Guilherme Correia)
Protesto ocorreu com fiscalização da PM e da Guarda Municipal (Foto: Guilherme Correia)

Cerca de 200 pessoas participaram de manifestação, no início da tarde deste sábado, na Praça do Rádio Clube, em Campo Grande, sob a fiscalização de policiais militares tanto pelo ar quanto por terra. Vestidos de preto, utilizando máscaras e tentando promover o distanciamento de segurança, o grupo realizou ato antifascista em defesa das causas negras e indígenas.

Formada principalmente por jovens, a manifestação ocupou a arena da praça e contou com discurso de membros do movimento negro da Capital por mais de 1h, quando houve dispersão por agentes da Polícia Militar e da Guarda Civil Metropolitana. Helicóptero do CGPA (Coordenador Geral do Policiamento Aéreo) também fez o patrulhamento da manifestação.


Os agentes alegaram que o grupo descumpria decreto municipal, que proíbe aglomerações durante a pandemia do novo coronavírus. Os organizadores, portanto, optaram por encerrar o protesto.

A mobilização segue onda de protestos que começou nos Estados Unidos com o assassinato do ex-segurança, George Floyd. Negro e desempregado, ele foi morto por policiais brancos, depois que tentou fazer compra com uma nota falsa. Durante a abordagem violenta, um dos agentes o sufocou com os joelhos sobre seu pescoço, no dia 25 de maio.

No Brasil, a pauta também somou-se a revolta pelo assassinato do estudante João Pedro Mattos Pinto, de 14 anos. Ele foi baleado durante operação policial, realizada no Complexo do Salgueiro, em São Gonçalo, no Rio de Janeiro, no dia 18 de maio.

A morte do menino Miguel Octávio, de 5 anos, no dia 2 de maio, também negro, engrossou a pauta das manifestações. Ele caiu do 9º andar de um edifício de luxo no Recife, após a mãe descer para passear com o cachorro dos patrões e deixar o menino aos cuidados da patroa.

Cerca de 20 pessoas participaram de protesto em favor do presidente Jair Bolsonaro (Foto: Direto das Ruas)
Cerca de 20 pessoas participaram de protesto em favor do presidente Jair Bolsonaro (Foto: Direto das Ruas)

Favoráveis ao governo – Também se mobilizaram durante a pandemia, manifestantes favoráveis ao presidente, Jair Bolsonaro. O grupo, de cerca de 20 pessoas, reuniu-se próximo a Praça Ary Coelho, no cruzamento na Avenida Afonso Pena com a Rua José Antônio, e cobriram o Obelisco com as cores verde e amarelo.

Conforme as forças policiais, as manifestações ocorreram de forma pacífica e não foram registradas ocorrências.

Confira a Galeria de Imagens: