A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 21 de Setembro de 2019

02/09/2019 11:49

Cidade do Natal vai abrir as portas o ano inteiro após obra de 2,5 milhões

Restaurante, exposições de arte, cultura. Para isso, Prefeitura já encomendou projeto de arquitetura por R$ 103 mil

Izabela Sanchez
O gráfico mostra um pouco do que o projeto de arquitetura vai apresentar para a Prefeitura (Imagem: Reprodução)O gráfico mostra um pouco do que o projeto de arquitetura vai apresentar para a Prefeitura (Imagem: Reprodução)

A Cidade do Natal, uma das principais atrações turísticas de fim de ano em Campo Grande, deve ser vista, do jeito que é, pela última vez no final de 2019. Isso porque o espaço vai se tornar atração permanente de cultura. A ideia é que a “Cidade” fique aberta durante o ano todo, com exposições de arte, restaurante, shows e claro, durante o Natal, com atrações especiais.

O primeiro passo já foi dado pela Prefeitura: uma empresa foi contratada para elaborar um projeto de arquitetura e projetos complementares. A contratada foi Ellen do Nascimento Cunha Santiago, que terá 120 dias para entregar todos os detalhes de como deverá ficar, quando executada, a nova cara do espaço.

Além de elaborar todo o projeto arquitetônico, ou seja, de que forma vão ficar as paredes, edifícios e os quiosques, também vai ter de elaborar projetos de estrutura elétrica e hidráulica. Foram investidos R$ 103.856,40 dos cofres municipais para o projeto.

Detalhes gráficos exigidos da empresa que vai elaborar o projeto arquitetônico (Imagem: Reprodução)Detalhes gráficos exigidos da empresa que vai elaborar o projeto arquitetônico (Imagem: Reprodução)
(Imagem: Reprodução)(Imagem: Reprodução)

Quando a obra começa - A obra em si, só começa em 2020. Uma licitação em busca da empresa para construir o novo espaço ainda vai ser lançada e deve ter investimento de R$ 2,5 milhões, conforme explicou o titular da Sisep (Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos), Rudi Fioresi, recurso do governo federal.

“Esse ano vai reformar para fazer o Natal, mas vamos contratar uma empresa para fazer uma nova obra definitiva, a partir de um convênio com governo federal de aproximadamente R$ 2,5 milhões”, contou.

Quando estiver pronta, outras parcerias vão executar os serviços a serem explorados no local, a exemplo de restaurante e quiosques. O projeto arquitetônico ainda está sendo construído, mas já pra ter um gostinho de como vai ser.

Projeto gráfico mostra edifício na entrada da Cidade do Natal (Imagem: Reprodução)Projeto gráfico mostra edifício na entrada da Cidade do Natal (Imagem: Reprodução)

Detalhes - Os anexos da licitação detalham o projeto gráfico. Há, inclusive, um prédio que lembra a Morada dos Baís, famoso sobrado localizado na Afonso Pena. Ao lado, outras edificações têm o mesmo estilo colonial dos sobrados do tempo do Império. Já na entrada, um monumento deve ser edificado para dar passagem a quem vai curtir o espaço.

“A Prefeitura Municipal de Campo Grande vislumbrou que, ao longo desses anos, o local apresenta potencial para se estabelecer como ponto de encontro das famílias sul-mato-grossenses, com localização privilegiada e de grande fluxo, instalada dentro do Parque das Indígenas, a possibilidade de tornar o local uma área de eventos constantes em Campo Grande”, justifica o edital do projeto.

Segundo o edital, a empresa que foi contratada para elaborar o projeto vai ter que apresentar até maquete eletrônica da área contemplada “mostrando todos os ambientes e detalhes de projeto, assim como 20 perspectivas, por edificação, mostrando todos os ambientes e detalhes”.

Reforma – Por enquanto, a única obra em vista é a reforma da Cidade do Natal para receber os eventos de fim de ano. Essa obra teve licitação aberta no início de agosto com valor de estabelecido em R$ 394.551,37. A empresa, que ainda não foi escolhida, terá que fazer a reforma e a manutenção do local.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions