A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

24/07/2012 17:30

Clientes também foram alvos de ladrões que invadiram Conta Fácil

Nadyenka Castro

Um deles foi pagar conta de água e foi assaltado; outro teve o carro alvejado

Tiro transfixou o portão de metal e atingiu o radiador do Monza que estava na garagem. (Foto: Rodrigo Pazinato)Tiro transfixou o portão de metal e atingiu o radiador do Monza que estava na garagem. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Clientes que estavam no início da tarde desta terça-feira na Conta Fácil localizada na avenida Júlio de Castilho, em Campo Grande, também foram alvo da ação de bandidos.

De acordo com registro policial, uma das vítimas foi um homem de 41 anos que foi ao local para pagar a conta de consumo de água, no valor de R$ 60.

Segundo ele, havia aproximadamente 10 clientes na loja quando os dois bandidos chegaram e anunciaram o assalto. Um dos assaltantes o obrigou a entregar o dinheiro enquanto o outro foi até o caixa.

Um outro homem, de 52 anos, teve a lataria do carro dele, um Gol, atingido por tiros disparados durante o roubo. Ele falou à Polícia Civil que iria pagar contas no local do roubo, mas, ao perceber o assalto se escondeu e ao voltar para o veículo, viu o tiro.

Outro tiro acertou o portão de metal de uma residência que fica no outro lado da rua. O disparo transfixou o portão e danificou o radiador de um Monza estacionado na garagem da casa.

O crime - Dois homens com arma de fogo entraram na Conta Fácil, renderam clientes e funcionários. O montante roubado da loja ainda não foi confirmado, mas, a informação inicial é de que foi levada uma grande quantia em dinheiro.

Um dos bandidos rendeu os clientes e o outro os trabalhadores do local, que fugiram por uma porta lateral. Quem estava na loja e quem viu a ação conta que entrou em desespero.

Houve tiros, de dois a quatro. No momento dos disparos, muitas pessoas se jogaram no chão. De acordo com a PM (Polícia Militar), dois projéteis foram encontrados no local.

O corresponde bancário pertence à família de Felipe Beda Nogueira, 19 anos, baleado em frente à agência do Banco do Brasil, na mesma via, no último dia 11.

Felipe foi atingido por tiros durante roubo no início da tarde do dia 11, quando chegava à agência bancária para depositar dinheiro referente à movimentação da loja da família.

Ele não teve ferimentos graves e recebeu alta no dia seguinte. Um dos bandidos que o assaltou, Jeová Felismino de Souza, de 41 anos, foi preso. Ele é integrante de quadrilha de roubo de malotes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions