A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

24/07/2012 16:17

Ladrões invadem loja de família de rapaz que foi baleado em assalto há 13 dias

Nadyenka Castro e Luciana Brazil

Assaltantes estavam sem capacetes. Situação causou medo até em quem não estava no local

Loja de pagamento de contas foi alvo dos bandidos. (Foto: Rodrigo Pazinato)Loja de pagamento de contas foi alvo dos bandidos. (Foto: Rodrigo Pazinato)

A loja alvo de bandidos na tarde desta terça-feira, na avenida Júlio de Castilhos, em Campo Grande, é da família de Felipe Beda Nogueira, 19 anos, baleado em frente à agência do Banco do Brasil, na mesma via, no último dia 11.

O local, Conta Fácil, fazia atendimento normalmente quando os assaltantes entraram, e armados e sem capacetes, anunciaram o crime.

O anúncio do roubo causou pânico em clientes, funcionários e até em quem não estava lá dentro. Trabalhadores conseguiram sair da loja por uma porta lateral e os bandidos fugiram com dinheiro.

A informação inicial era de que os ladrões tinham levado R$ 200, no entanto, agora, funcionários contaram que ainda está sendo levantado quanto foi roubado e já adiantaram que é uma quantia alta.

Terezinha Dias, 50 anos, vende de caldo de cana em frente à loja e ficou assustada com o crime. “Fiquei com a perna bamba. Muito nervosa”, diz.

A garapeira fala que estava de costa quando o roubo aconteceu e que só ouviu os seguranças dizendo que era para todos se abaixarem e em seguida, tiros. “Nunca tinha visto isso”. Terezinha está no local há cinco anos.

Dono de uma barbearia nas proximidades há 27 anos, o barbeiro que não quis se identificar afirma que a região está violenta. “É super comum isso aqui. A São Bento já foi assaltada, a padaria também”, declara.

Os bandidos fugiram em uma motocicleta e nenhum suspeito foi preso até o momento. A informação inicial é de que os tiros foram disparados pelos assaltantes. No local foram encontras duas cápsulas.

Baleado - Felipe foi atingido por tiros durante roubo no início da tarde do dia 11, quando chegava à agência bancária para depositar dinheiro referente à movimentação da loja da família.

Ele não teve ferimentos graves e recebeu alta no dia seguinte. Um dos bandidos que o assaltou, Jeová Felismino de Souza, de 41 anos, foi preso. Ele é integrante de quadrilha de roubo de malotes.



A solução é a população se armar,pq se for depender da segurança pública
 
Ricardo Alves em 25/07/2012 09:40:05
Realmente o que da vontade de fazer é sair assaltando tambem, porque e muito mais facil, do que ficar dando duro todos os dias para tentar conseguir alguma coisa e vem esses marginais e levam tudo, amanha assaltam outro lugar e vao vivendo de boa.Mas o Brasileiro não faz nada para isso mudar, fora do pais isso ja teria mudado, porque ninguem aguenta tudo calado.E os politicos recebendo essa furtun
 
celia regina neitzke lezo em 24/07/2012 10:01:16
Enquanto nosso parlamentares e juízes dizem que fazem jus aos altíssimos salários que recebem (com direito até auxilio caviar) a população vê toda sorte de bandidos, crimonosos, assassinos soltos sem uma condenação efetiva e séria que realmente os mantenham atras grades.
 
Angelo Fantin em 24/07/2012 05:57:43
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions