A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

05/05/2014 11:30

Com despejo marcado para hoje, 153 famílias se recusam a deixar casas

Zana Zaidan
Com despejo marcado para hoje, 153 famílias se recusam a deixar casas

As 153 famílias que há um ano e dois meses ocupam uma área no bairro Portal da Lagoa, em Campo Grande, se organizam para evitar o despejo, marcado para hoje (5). A Imobiliária Correta exige o terreno de volta, e os moradores foram notificados judicialmente na sexta-feira.

Por lá, o clima é de angústia e tensão, conta o pedreiro Jean Pauserro, 27 anos, já que não há informações sobre quando e se a reintegração de posse será cumprida.

“Passamos a noite em claro, e ninguém tem coragem de colocar os pés para fora de casa. Não fomos trabalhar, porque sabemos que eles podem chegar aqui a qualquer momento”, explica.

Jean, que se tornou um representante informal das famílias, afirma que a intenção é evitar qualquer tipo de confronto, mas garante que ninguém abandonará as casas. “Não queremos nenhum tipo de represália, briga, mas vamos nos unir. O que precisamos aqui é de ajuda, que o poder público intervenha e encontre uma forma de ninguém sair prejudicado”, pondera.

A intenção dele é reunir os moradores, para que todos estejam “orientados” caso o despejo seja efetivado. Segundo ele, uma viatura do Tático da Polícia Militar fez rondas na área na tarde de ontem. “Creio que para reconhecer”, justificou.

Impasse - Advogado das famílias, Rhiad Abdulahad explica que a imobiliária pede reintegração de posse na Justiça desde agosto de 2012. Ao assumir o caso Abdulahad firmou um acordo verbal, em que conseguiu mais prazo para que os moradores se organizassem.

“A liminar já foi deferida em favor da imobiliária e o prazo para recurso já venceu. Agora, é preciso entrar com um novo pedido, mas os oficiais podem chegar e retomar a área a qualquer momento”, explica.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions