A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 24 de Agosto de 2019

07/08/2019 19:12

Com grades e horário para fechar, terminais terão sistema anti-vândalos

Guarda Municipal estará presente 24h por dia; espaços receberão novos bancos, melhorias na estrutura e bicicletários

Liniker Ribeiro
Parede do Terminal General Osório pichada por vandalos (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)Parede do Terminal General Osório pichada por vandalos (Foto: Henrique Kawaminami/Arquivo)

Os nove terminais de ônibus da Capital passarão por reformas completas na estrutura e nos sistemas elétricos e hidráulicos. Juntos, os espaços receberão investimentos de aproximadamente R$ 5,5 milhões, que serão usados para compra de equipamentos, reforma, e também instalação de novos itens. Além das melhorias, a prefeitura anunciou, na tarde desta quarta-feira (7), medidas de segurança que prometem combater o vandalismo noturno.

Conforme o diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Janine de Lima Bruno, a revitalização inclui a instalação de grades de proteção no entorno dos terminais. Até mesmo os espaços abertos, por onde os coletivos entram e saem, serão fechados durante a noite.

“Quando o último ônibus sair, a meia-noite, as grades serão fechadas. Isso eliminará o vandalismo noturno”, destaca Janine. Ainda conforme o projeto apresentado, guaritas funcionarão 24 horas por dia, com a presença de equipes da Guarda Civil Municipal reforçando a segurança.

Janine de Lima Bruno, diretor-presidente da Agetran (Foto: Kísie Janine de Lima Bruno, diretor-presidente da Agetran (Foto: Kísie

Marquinhos Trad, prefeito de Campo Grande, lembrou que as mudanças previstas eram esperadas há anos. “Não dá para os terminais ficarem do jeito que estão. Por isso, vamos iniciar a reforma dos 9 terminais, principalmente daqueles com média de 25 anos e que nem passaram por reforma nenhuma”, revelou.

A reforma garante ainda a instalação de lâmpadas de led, novos bancos, pontos de recarga para celular – semelhante ao que acontece em aeroportos e rodoviárias -, novos letreiros, bicicletários e lixeiras seletivas.

A acessibilidade também será maior com os novos modelos de terminais. Além de bebedouros acessíveis e piso tátil, uma mapa tátil nas entradas trarão informações para pessoas com deficiência visual sobre as plataformas de embarque e desembarque.

“Vamos fazer uma reforma profunda, semelhante ao que está sendo feito na 14 de Julho e na Bandeirantes”, afirmou Marquinhos. O prefeito da Capital também se comprometeu a avaliar as possibilidades de instalação de internet nos terminais.

Edital – Conforme a prefeitura, o edital de licitação deve ser publicado na edição desta quinta-feira (8), do Diogrande. A princípio, os primeiros terminais a serem reformados serão Júlio de Castilho, Bandeirantes e Guaicurus. Os outros cincos terminais serão reformados em seguida.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions