A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 18 de Outubro de 2018

11/10/2018 13:30

Corpo de Bombeiros usou 30 mil litros de água para conter chamas em fábrica

Fumaça alta era possível de ser vista a 10 quilômetros do terreno onde começou o fogo, no Indubrasil

Mayara Bueno e Guilherme Henri
Fumaça negra, à esquerda. Militares no combate ao incêndio. (Foto: Kísie Ainoã).Fumaça negra, à esquerda. Militares no combate ao incêndio. (Foto: Kísie Ainoã).

Já controlado, o incêndio na empresa Fibracampos Produtos de Fibra durou ao menos 1 hora e 30 minutos no começo desta quinta-feira (dia 11) e demandou 30 mil litros de água. Agora, o Corpo de Bombeiros trabalha no rescaldo, ou seja, no combate às faíscas de fogo que restaram.

Segundo o tenente da Corporação e responsável pela ação, Alex Fernandes, o fogo começou de forma isolada nos pallets de madeira que ficam na lateral do terreno. As chamas atingiram, então, algumas caixas de fibra no local. Pelo material plástico, a fumaça tóxica expelida era densa e negra.

A água foi utilizada para combater o fogo na madeira e 80 litros de líquido gerador de espuma foram usados nas caixas. O incêndio atingiu ao menos três pés de eucalipto, sem destruí-los por completo.

Ainda não se sabe se a empresa funcionava no momento e ninguém ficou ferido. O galpão não foi atingido também.

*No vídeo, abaixo, é possível ver as chamas nas madeiras e, na sequência, a fumaça negra causada pelo fogo em contato com as caixas de fibra.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions