A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

06/12/2012 12:57

Crea afirma que 45% dos casos começam por problemas elétricos

Mariana Lopes
Presidente do Crea foi até o local para ver a situação (Foto: Luciano Muta)Presidente do Crea foi até o local para ver a situação (Foto: Luciano Muta)

O presidente do Crea/MS (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia), Jary de Carvalho e Castro, foi até à loja do Paulistão, na qual pegou fogo na manhã de hoje, para ver como estava a situação no local e obter informações sobre a causa do incêndio.

Segundo Jari, 45% dos incêndios são provocados por problemas elétricos. No caso do Paulistão, os bombeiros afirmaram que, conforme relato de testemunhas, o fogo começou no ar condicionado da loja.

“A nossa preocupação é saber quem é o engenheiro responsável pela obra, verificar o projeto do prédio e a rede elétrica dele”, afirma o presidente do Crea.

A perícia da Polícia Civil esteve no local ainda na manhã de hoje, mas como a fumaça era muita e os bombeiros ainda estavam fazendo o rescaldo, a equipe deve fazer a análise do local somente amanhã. “Temos que trabalhar com segurança”, pontuou o perito criminal Sávio Ribas.

A área foi isolada por causa da fumaça e os pontos comerciais localizados na mesma calçada do Paulistão foram evacuados pelos bombeiros, além de um escritório, duas casas e um depósito de lubrificantes.

Segundo o Corpo de Bombeiros, as paredes do local incendiado correm o risco de desabar.

O proprietária da loja, Gilberto Cardozo, não quis dar entrevista à imprensa e as filhas dele disseram não saber se o estabelecimento tem seguro que cubra o prejuízo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions