A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

28/01/2014 18:01

Delegada espera laudo para encerrar inquérito de agressão no réveillon

Bruno Chaves

Fundamental nas investigações policiais para apontar se a jovem Giovanna Nantes Tresse de Oliveira, 19 anos, foi agredida na noite de réveillon, em Campo Grande, pelo então namorado Matheus Georges Zadra Tannous, 19, o exame de corpo de delito feito na vítima ainda não tem data para ficar pronto.

De acordo coma delegada Rosely Molina, titular da Deam (Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher), que investiga o crime, o laudo pericial é primordial para dizer se Giovanna, encontrada com quatro fraturas no rosto, foi agredida ou sofreu um acidente.

“Não sei se a perícia vai pedir mais prazo ou se vão apresentar o laudo essa semana. Sei que ele ainda não ficou pronto”, esclarece a delegada.

Giovanna ainda não prestou depoimento à polícia. Segundo a família da jovem, ela tem poucas recordações da noite do dia 1º de janeiro e só conversará com a delegada após liberação da psicóloga.

Matheus, principal suspeito, conversou com a delegada, por mais de uma vez, e afirmou que a menina se machucou ao cair no banheiro. Ele chegou a ser preso, mas foi solto pela Justiça, já que a jovem foi para a cidade de Londrina (PR) com a mãe.

Crime - Giovanna foi internada na madrugada do dia 1º de janeiro, logo após a comemoração do Ano Novo, com quatro fraturas no rosto, duas no maxilar e duas abaixo do olho direito, sendo que precisou passar por cirurgia.

A menina estava acompanhada apenas do namorado em um apartamento da mãe do Matheus, localizado na rua São Paulo, Vila Célia, quando ocorreu uma discussão.



E foram felizes para sempre, não é lindo???
 
mirella forti cossignani em 28/01/2014 21:55:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions