A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

18/07/2016 09:39

Delegado viaja e depoimento sobre morte de major é adiado

Luana Rodrigues
Valdeni Lopes foi morto pela esposa Itamara Romero.(Foto: Reprodução/ Facebook)Valdeni Lopes foi morto pela esposa Itamara Romero.(Foto: Reprodução/ Facebook)

Os depoimentos de familiares de Valdeni Lopes Nogueira, 47 anos, marcados para hoje (18), foram adiados. A informação foi repassada pela 7ª delegacia de Polícia Civil. O major foi morto com um tiro no tórax, disparado pela esposa, a tenente-coronel Itamara Romero Nogueira, 40 anos.

Segundo a polícia, o delegado Cláudio Zotto, responsável pelo caso, precisou viajar por conta de uma morte na família, por isso as testemunhas marcadas para hoje serão ouvidas em outra data, ainda não estipulada.

Um dos convocados a depor hoje, era o irmão da vítima, Valdeci Alves Nogueira, 49 anos. Ao Campo Grande News, ele contou que Valdeni e Itamara eram casados há 15 anos e moravam juntos, mas era tudo fachada, para que conseguissem promoções na PM. “Nunca houve casamento de verdade. Eles só precisavam atender os requisitos do perfil social exemplar que a polícia exige e tiveram que manter isso por anos”, disse.

Caso - Segundo vizinhos, na tarde de terça-feira (12), o casal estava discutindo e por volta das 16h30 a mulher teria efetuado ao menos dois disparos contra o marido. Com a chegada da PM, Itamara teria se trancado na residência e se negado a entregar a arma, mas confessou o crime.

Valdeni, que também era cantor sertanejo, foi resgatado por uma equipe do Corpo de Bombeiros e encaminhado para a Santa Casa de Campo Grande em estado grave, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions