A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

18/07/2016 21:49

Delegado viaja, mas irmão de major morto pela esposa depõe à polícia

Nyelder Rodrigues
Valdeni Lopes foi morto pela esposa Itamara Romero.(Foto: Reprodução/ Facebook)Valdeni Lopes foi morto pela esposa Itamara Romero.(Foto: Reprodução/ Facebook)

Foi ouvido na tarde desta segunda-feira (18) por uma escrivã da 7ª DP (Delegacia de Polícia Civil) o irmão do major da PM (Polícia Militar), Valdeni Lopes Nogueira, 47 anos, que morreu com dois disparos feitos pela esposa, a tenente-coronel Itamara Romero Nogueira, 40 anos, na terça-feira (12).

Inicialmente, a informação era de que o depoimento havia sido adiado devido a viagem do delegado que conduz o caso, Claudio Zotto. Porém, Valdeci Alves Nogueira, de 49 anos, foi ouvido nesta tarde. A reportagem tentou apurar se mais familiares foram ouvidos hoje, mas não conseguiu a confirmação.

Mesmo antes do depoimento, ao Campo Grande News, Valdeci contou que Valdeni e Itamara eram casados há 15 anos e moravam juntos, mas a união era "de fachada" para que ambos conseguissem promoções de patente dentro da PM.

"Nunca houve casamento de verdade. Eles só precisavam atender os requisitos do perfil social exemplar que a polícia exige e tiveram que manter isso por anos", disse o irmão do major. O teor das falas de Valdeci não foram revelados pela polícia.

Valdeci também disse que a mulher era bastante ciumenta e já havia ameaçado o irmão dele, apontando uma arma para a sua cabeça. "Ela sabia que um tiro seria fatal", afirma, ao defender a versão de que o crime foi premeditado por Itamara.

De acordo com o irmão da vítima, por ser profissional da área de segurança, Itamara conhecia a arma e a munição que utilizou para matar Valdeni. "Ela sabia que não precisava de muitos tiros e que com um tiro naquela região do corpo ele iria morrer", acredita.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions