ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, SEXTA  27    CAMPO GRANDE 29º

Capital

Demora no atendimento e falta de álcool geram multas a 16 agências bancárias

Fiscalização do Procon encontrou irregularidades em 16 das 19 agências vistoriadas; autuação pode geral multa de R$ 50 mil

Por Silvia Frias | 26/10/2020 07:42
Fiscalização foi realizada nas agências bancárias durante toda a semana (Foto/Divulgação)
Fiscalização foi realizada nas agências bancárias durante toda a semana (Foto/Divulgação)

Fiscalização do Procon-MS encontrou irregularidades em 16 das 19 agências de 5 bancos vistoriadas em Campo Grande. As equipes constataram tempo excedente de 15 minutos para atendimento, ausência de senha com registro eletrônico e da placa indicativa para atendimento preferencial.

A fiscalização foi realizada durante toda a semana passada e o balanço divulgado nesta segunda-feira (24). Caso a multa seja mantida, o valor previsto é de R$ 50 mil, podendo chegar a R$ 100 mil em caso de reincidência.

Os fiscais também identificaram que várias agências não adotaram medidas sanitárias contra a covid-19, como a ausência de álcool gel 70% para higienização e falta de distanciamento entre os clientes.

As agências  fiscalizadas foram da Caixa Econômica Federal, Bradesco, Banco do Brasil, Santander e Itaú. A ação culminou na autuação de 16 agências e expedição de  Relatórios de Visita (quando não são constatadas irregularidades) a outras três. Da Caixa  foram visitadas cinco agências  das ruas Coronel Antonino, Gunter Hans, Bandeirantes, Valdês e Eduardo Elias  Zahran, do Bradesco foram as da Calógeras, Bandeirantes, Eduardo Elias Zahran e  Afonso Pena, enquanto do Banco do Brasil as agências da Mascarenhas de Moraes, Júlio de Castilho e Afonso Pena.

Outras duas instituições que foram alvo da fiscalização foram o Santander nas agências da rua Barão do Rio Branco e avenida Bandeirantes e Itaú na Bandeirantes e Júlio de Castilho. Com exceção do Bradesco da Calógeras,  Itaú da Bandeirantes e  Banco do Brasil da Coronel Antonino, todas as demais receberam autos de infração e terão prazo para defesa que, se  não aceita,  acarretará em multa devido às infrações  encontradas.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário