A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

17/06/2011 10:39

Depois de acidentes, moradores reivindicam instalação de semáforo em cruzamento

Francisco Júnior e Ítalo Milhomen

Hoje pela manhã mulher foi atropelada

Morados querem a instalação de um quebra-molas. (Foto: Marcelo Victor)Morados querem a instalação de um quebra-molas. (Foto: Marcelo Victor)

Depois do registro de vários acidentes, moradores do bairro Coophatrabalho reivindicam a instalação de um semáforo no cruzamento da avenida Café Filho com a rua Yokohama.

Hoje (17) pela manhã, mais um acidente foi registrado no local. Segundo moradores, uma mulher foi atropelada por uma motocicleta no cruzamento. A vítima não sofreu ferimentos graves.

De acordo com o comerciante, Ataíde Pereira, 52 anos, os acidentes começaram acontecer com frequencia desde que a avenida Café Filho foi asfaltada. Ele culpa os motoristas e a falta de sinalização. “Acontece por causa da imprudência dos motoristas. Ali teria que ter um semáforo para controlar o trânsito”, disse Ataíde, que mora na região há 20 anos.

O vendedor João Henrique de Oliveira, 26 anos, disse que os motociclistas são as principais vítimas dos acidentes e que a instalação de um semáforo seria a solução do problema. Para ele, a sinalização tanto na avenida quando na rua são falhos. “Ali tem um quebra-molas, mas não tem faixa pintada nele. Os motoristas ao passar por ali acabam rampando”, ressaltou.

Silva Farias, mora há 20 anos próxima do cruzamento, afirma que a rua é estreita e a sinalização inadequada. “O cruzamento precisa de um semáforo. Como é um cruzamento, um carro para e o outro não para. Teria que ter mais quebra-molas na avenida”, afirmou.

O diretor presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Rudel Trindade, informou que a agência já recebeu a solicitação para a instalação do semáforo no cruzamento.

Ele disse que a sinalização no local será toda alterada durante o processo de revitalização da avenida Júlio de Castilho. “Não temos condições de colocar um semáforo por conta de obras na Júlio de Castillho. Se colocarmos agora, depois teremos que remover por conta das obras. Toda a sinalização na região será reestruturação”, explicou Rudel.

Universidade do MS recebe certificação de excelência em gestão
Será recebida pela UCDB (Universidade Católica Dom Bosco) em solenidade que acontece na próxima segunda-feira (18) o certificado de excelência em ges...
Águas Guariroba continua com campanha de renegociação de dívidas
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...


Mesmo que o semáforo possa ajudar, eu vejo, ainda, muita imprudência por parte dos condutores, principalmente dos motociclistas. As pessoas também precisam colaborar!
 
Edmundo Viegas em 17/06/2011 04:59:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions