A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

09/07/2013 16:47

Depois de reclamações e mudança de local, grupo de dança da Orla pode acabar

Bruno Chaves
Projeto Movimenta Campo Grande é realizado em diversas praças públicas da cidade (Foto: Divulgação/Facebook)Projeto Movimenta Campo Grande é realizado em diversas praças públicas da cidade (Foto: Divulgação/Facebook)

O “Projeto Movimenta Campo Grande”, desenvolvido pela Funesp (Fundação Municipal de Esporte) em diversas praças públicas de Campo Grande, pode acabar na Orla Morena. Um grupo de moradores se incomodou com o som das das aulas aeróbicas e pediu para que as atividades saíssem do local.

As atividades do programa, que têm como objetivo ampliar à população o acesso à prática da atividade física e do lazer, sempre foram realizadas no Teatro da Orla Morena, quase esquina com a Rua João Azuaga, das 18h às 18h50, nas segundas e quartas-feiras. No entanto, há cerca de dois meses, a turma formada por 80 mulheres precisou realizar as atividades em outro espaço.

“Elas foram tiradas do palco da Orla e foram colocadas em um espaço que fica quase na esquina com a Rua Santos Dumont, mesmo local onde é realizada a feira de quinta. Lá não é adequado e não tem estrutura”, afirma o presidente da Associação dos Amigos da Orla, Ricardo Sanches.

Segundo o presidente, a Funesp trocou o local das atividades por causa de quatro moradores que se incomodavam com o som das aulas. De acordo com Ricardo, esses moradores entraram com denúncia no MPE (Ministério Público Estadual). “A informação que eu tenho é que o MPE está averiguando a situação. Com isso, a Funesp pediu para que as meninas saíssem do espaço até organizarem tudo”, relata.

Por causa da mudança, afirma Ricardo, a quantidade de pessoas participantes das aulas diminuiu, assim como o rendimento da turma. Mas os problemas não param por aí. Ricardo conta que, atualmente, as aulas acontecem sem som, “quase no grito” e que os pedestres e ciclistas disputam o espaço para não passarem por cima das alunas.

“Elas dividem o local com os ciclistas e pedestres. Em horários de aula, acontecem muitos transtornos e reclamações. Ciclistas vão para a área do pedestre; e pedestres para a área do ciclista. Esses dias, uma aluna foi até atropelada por uma bicicleta”, relata.

Para resolver a situação das 20 alunas que sobraram no projeto depois da mudança de local, a Associação dos Amigos da Orla procurou a Funesp para tentar entrar em acordo sobre a realização das aulas. “Mas não tivemos nenhuma resposta por parte de ninguém”, assegura.

Como resultado, as alunas afirmam que estão desmotivadas. “Causou um transtorno muito grande porque colocaram a gente em um espaço que não é apropriado. Você está fazendo aula e passa uma bicicleta, passa um pedestre. Você fica preocupada e para de fazer a atividade para o pedestre passar”, conta a dona de casa Idalete Vieira de Lima, 44.

Ela afirmou que a procura pelas atividades, que muitas vezes são recomendadas por médicos, tem diminuído. “Estou com medo de acabarem com as aulas porque as alunas não querem ir. Quem tem condições, procura outros pólos de dança. Quem não tem condições, fica em casa. Conheço mulheres de 40, 60 e 80 que estão em casa sem vontade de sair”, diz.

Para resolver essa situação, a Associação dos Amigos da Orla fez uma reclamação oficial no site do MPE. Ela pede agilidade na questão para que a tranquilidade volte a reger os momentos de lazer da comunidade da Orla Morena.

“Os próprios moradores procuraram a associação para reclamar da situação. Queira ou não queira, está causando transtorno para a comunidade. A gente não quer que o projeto acabe, mas sim que ele continue no lugar certo”, finaliza Ricardo.



E na segunda-feira, dia 22 de julho o projeto volta a suas atividades!

A moradora insatisfeita terá que suportar essa novidade, e depois também terá que se conformar com outras manifestações artísticas que acontecem na arena da orla, como o Zouk na Orla, que ela conseguiu impedir domingo passado.
 
Gustavo Eugênio em 16/07/2013 16:04:38
É incrivel como uma pessoa é capaz de fazer um movimento desse tamanho,temos que lutar para que o projeto movimenta campo grande volte ao local,ali pessoas de varias idades participavam das aulas,pessoas que tinham depressao,com sua alta estima em baixa melhoraram nos somos uma grande familia,esperamos que as autoridades tomem as providencias para que possamos continuar com esse lindo projeto.Basta,chega PROJETO MOVIMENTA CAMPO GRANDE NAORLA MORENA JÁ.
 
Rosilete Figarella em 15/07/2013 13:31:06
NÃO DÁ MESMO PARA ACREDITAR NUMA COISA DESSAS!
O que será que essas pessoas tem na cabeça?
Uma minoria reclamar de uma atividade que trazia benefícios para a MAIORIA, além de bem estar e elevar a auto-estima.

As aulas não duravam nem UMA hora e fazia bem tanto para o corpo e para a mente. Era um horário onde a maioria estavam voltando do serviço.
Será que o MPE revisou a reclamação depois que uma das alunas foi atropelada por um ciclista porque as aulas era no local inapropriado? Ou preferem continuar apoiando a minoria que se sentem incomodados com as aulas?

Temos tantas praças que podem receber o projeto (como a Praça do Papa) que irá beneficiar E MUITO os moradores da região. O problema mesmo será ALGUM(S) morador(ES) reclamar ao MPE do barulho das aulas.
 
Marcelo Mattos em 12/07/2013 08:53:36
Gente, fiquei feliz com os comentários. Somos um grupo de pessoas, que participam da ginástica da Orla. Nosso único obj. é a saúde, ser feliz e ter amigos. Esse episódio está nos estressando. Peço as autoridades competentes que nos ouçam. Ou será que só um lado tem vez, Tem medo de que... o povo quer ser feliz...ter saúde e ser livre claro, com responsabilidade. Nos ajudem a salvar a GINÁSTICA DA ORLA.
 
ARLETE SALAMENE em 11/07/2013 21:58:10
Fico feliz que as pessoas tenham entendido o objetivo da nossa denuncia. A ginástica é um patrimônio da Orla e não pode acabar por implicância de algumas pessoas claramente desequilibradas, Queremos ser ouvidas, cumprimos a lei e esperamos que a nossos direitos sejam respeitados. Venham conhecer a orla e a nossa ginástica, que acontece segundas e quartas feiras, das 18 as 19 horas,
 
arlete salamene em 11/07/2013 21:50:17
mias uma vez algo bom da um passo para tras...que é o retrogrado dessa cidade...?
 
samuel vosni em 11/07/2013 14:20:15
Tem a praça do papa, é um ótimo lugar!
 
NILA MEIRE CANTEIRO em 11/07/2013 12:16:14
O pior de tudo nesta história é a Funesp ter deslocado as pessoas que estão praticando esportes pra atender a solicitação de quatro pessoas. Cadê a assessoria para defender as alunas? Até onde eu sei, elas estão praticando esporte no local certo ou a ORLA é para ser vista, admirada e não utilizada? Tenha dó!!!
 
Ana Carolina Lopez em 11/07/2013 11:52:59
É brincadeira uma coisa dessas, por causa de 4 moradores? são apenas 50min de aula, e estão reclamando de que? no horário das 18:00? ah...por favor, diz pra esses moradores irem pra fazenda, lá sim é o lugar deles.
 
Ana Batistote em 11/07/2013 10:31:31
Isso é uma vergonha, o som la não incomoda ninguém. Esses 4 moradores são uns mal amados......o pior é em frente a minha casa que tem uma igreja desses fanáticos religiosos que enchem o saco de segunda a segunda com o som alto e um cara berrando igual louco.
 
Mário Domingos em 11/07/2013 09:44:36
Uma pena! Acho tão bacana aquelas aulas, ultimamente não tenho tido tempo de passear pela orla, que é um lugar tão agradável! É realmente lastimável essa gente tacanha que prefere o isolamento à reunião, a sociabilização das pessoas.
 
JESSICA MACHADO em 11/07/2013 09:01:27
Minha esposa gosta muito da ginástica. Quando ela não faz fica muito estressada. A ginástica faz muito bem pra ela. Fica mais alegre e mais calma. E o palco é o lugar ideal. Acho que deveria voltar para lá. Essa dona que reclama deveria sair pra caminhar ou entrar pra ginástica e largar um pouco da novela. Acho que seria bem mais feliz...
 
Sinvaldo Prado em 10/07/2013 20:58:37
Reclamar por 50 minutos de som, pessoas fazendo exercícios para melhor sua saúde, imagine morar do lado de um bar com som nas alturas até de madrugada sem respeitar a lei. Levante do sofá e vai malhar juntos com as meninas. Uma informação qual telefone posso fazer a reclamação de som alto. Obrigada.
 
Silvia Nantes em 10/07/2013 17:11:19
Diz o ditado "que os incomodados que se mudem", nada mais apropriado para esses 4 descontentes e mal amados. Em vez de ficarem reclamando do barulho, que é minimo e dura muito pouco, juntem-se a nós e vamos ter alegria e vida saudavel minha gente. Estou de acordo com todos os comentarios acima e espero que o MP não tome atitude de burocratas baseadas em teorias e veja essa atividade como uma prática saudável para a comunidade e que deve continuar junto ao palco.
 
Rui C. Barbosa em 10/07/2013 15:53:59
Sempre tem um para azedar o capim no bucho tem pessoas que nao fazem nada da vida a nao ser reclamar de tudo e de todos. Isto que e feito aqui tem no brasil inteiro, e é uma ótima ideia melhora a qualidade de vida das pessoas,Ai pensa no seguinte, depois estes quatros infartam por que não praticam exercícios e vão dar trabalho para os outros.....Percival......
 
márcio mario em 10/07/2013 14:22:54
É meus amigos! tem pessoas que não cuida da sua saúde e não quer ver as outras tenha saúde vê essas quatros pessoas, como esta a saúde delas.
 
João B Soares em 10/07/2013 13:57:15
afff, fala seriiooo esta incomodado, vai para o meio do mato...garanto que so existem barulhos de grilos......fico revoltada com isso...as vezes com causa de meia duzia de pessoas isso acontece, pessoas mal amadas....e desacreditadas da vida...vão cassar o que fazer....
 
beatriz souza em 10/07/2013 13:19:48
TEM PESSOAS SE INCOMODANDO COM OUTRAS QUE AO INVÉS DE BRIGAREM E BEBER ESTÃO TENTANDO CUIDAR DA PRÓPRIA SAÚDE , HEI VC QUE NÃO TEM O QUE FAZER PORQUE NÃO TENTA CUIDAR DO SEUS PROBLEMAS QUE TENHO CERTEZA NÃO DEVEM SER POUCOS, AO INVÉS DE FICAR PERTURBANDO QUEM ESTA TENTANDO TER UM POUCO DE ANIMAÇÃO NA VIDA. *SAUDE NUNCA FEZ MAL PRA NINGUÉM LEMBRE-SE DISSO *
 
juliana j gonçalves em 10/07/2013 11:57:18
Nem consigo expressar em palavras o meu sentimento. Vou dizer apenas o quão ridículo é essa falta do que fazer de SOMENTE quatro pessoas incomodadas com OITENTA que estão cuidando de suas próprias vidas e de sua saúde (e num horário permitido por lei, diga-se de passagem). Por que essa minuscula minoria não compra um livro em vez de atrapalhar a vida alheia? Fica a dica!!!!
 
Joita Romcy em 10/07/2013 11:46:55
Tem gente que não pode viver em comunidade, tudo incomoda e é do contra. Deve valer a vontade da maioria e o bom senso.
 
Vera Mª Meyer em 10/07/2013 11:43:01
rsrs certamente são 4 moradores mal amados e frustrados com a alegria e disposição das meninas !?! tomem vergonha na cara e saiam da frente da tv, larga mão de novela, gente assim que acha que tudo esta bem, que tudo ta bom, que acham que as manifestações populares são somente baderna.
Povo sem futuro.... fala sériooo !!! :-P
 
leandro de sousa em 10/07/2013 11:24:16
É engraçado ver com as pessoas NUNCA estão satisfeitas e como EGOÍSMO de algumas é desmedido. Quem passeia, leva os filhos para brincar, vai a feira, faz caminhadas, participa da programação voltada para a criançada e tantos outros benefícios que trazem QUALIDADE DE VIDA a quem mora naquela área, sabe como é importante que o espaço e manutenção da LIBERDADE de quem usa o espaço da Orla Morena é importante. Esses 4 moradores deveriam se mudar para o meio do mato ou quem sabe fazer um buraco bem fundo onde possam se esconder da VIDA! Como pode a vontade de poucos ser mais importante que a qualidade de vida de tantos?! Infelizmente só na "Casa de repouso eterno e triste chamada Campo Grande". Se assim continuar nos tornaremos um bando de zumbis silenciosos.
 
Magda Correa em 10/07/2013 11:23:06
Eu fazia parte desse grupo de ginastica, mas parei de frequentar ,depois do dia que eu vi uma aluna sendo atropelada por uma bicicleta, isso aconteceu porque a FUNESP tirou a turma da ginastica do lugar certo e levou pro meio da ORLA causando transtorno tanto para nos da ginastica ,quantos aos outros que tambem frequentam a ORLA ,que pena que esse lindo projeto pode acabar ACORDA ....SECRETARIA DOS ESPORTES
 
zenilda pereira silva em 10/07/2013 11:22:14
Quanto azedume!!...será q é tão per tubador assim? isso é pra quem não tem alegria é azedo, se passam o dia todo ouvindo barulhos de motos, carros, ônibus, buzinas e etc...e não podem ouvir músicas pra ginásticas?? NÃO LIGUEM PARA OS AZEDOS RECLAMÕES...SÃO MAL HUMORADOS que não NÃO SABEM CONVIVER com A VIDA...COM O ALTO ASTRAL...
 
Lucia Sales em 10/07/2013 10:58:48
tá na hora do MPE mandar esses 4 moradores arrumarem o que fazer...
 
Telson Martinez em 10/07/2013 10:56:44
Sugiro que coloquem no lugar, um bar, onde se junte maconheiros, narguilleiros, skeiteiro, e fiquem um bando de desocupados fazendo baderna quem sabe assim essa família fique feliz, já que não gostam de coisas serias, 50 minutos de dança e exercícios físicos fazem bem a muitas pessoas, porque vocês não participam? seu estresse ira diminuir muito.
 
Teresa Moura em 10/07/2013 09:57:03
É minha gente, é muito engraçado o Ministério Publico ser obrigado a aceitar uma reclamação desse tipo, as pessoas ficam na orla apenas uma hora e meia, que incrível né? o MP ter que direcionar suas averiguações para uma situação dessa?, enquanto crianças são abandonadas, violentadas e espancadas todos os dias, mulheres são mortas, os índios assassinados, políticos corruptos por toda parte e o MP ter que investigar pessoas de bem que estão trabalhando sem baderna, pessoas aproveitando um espaço comunitário sem baderna, vandalismo ou sujeira, um beneficio oferecido gratuitamente, isso tudo porque algumas pessoas estão "incomodadas". Fica o questionamento - Quem seriam essas pessoas meu Deus?
 
Rosemeire Travasso em 10/07/2013 08:35:56
Vai sair por que quer, até os cachorros sabem que a lei do silencio começa as 22 horas, para as pessoas mais civilizadas, começa as 21, é um horário excelente para se começar a respeitar o vizinho, mas tem que continuar sim, o horário deles não prejudica ninguém, se continuar assim vamos acabar vivendo em uma cidade condomínio de velhos onde ninguém pode fazer barulho em nenhum horário do dia, manda o povo que reclamou ir fazer exercício e parar de encher o saco....
 
MAXIMILIANO RODRIGO ANTONIO NAHAS em 10/07/2013 08:26:13
Por causa de 4 moradores? E os outros moradores não valem? Aqueles que não se incomodaram por causa de apenas 50 min de aula. Manda esses moradores arrumar o que fazer do que atrapalhar um momento simples de lazer. É muita falta de vergonha na cara dessas pessoas!
 
Keyla Heimbach em 10/07/2013 07:42:15
Essas 4 minimas pessoas deveriam se mudar, pois a alegria e animação nesses dias é impar, traz vida, ânimo e vida pra orla e pra Campo Grande , que sempre reclamam que não tem nada pra fazer... A aula é ótima, mexe com o corpo e alma do povão, atual e gratuita... Ministério Publico, veja o bem da maioria...
 
clea oliveira em 10/07/2013 07:31:43
Atividade saudável, grupo familiar, espaço gratuito, aulas gratuitas, horário plenamente adequado, quantidade de reclamantes pelo número de participantes, são quesitos a serem analisados com bom senso em detrimento aos pequenos desajustes que, talvez, possa causar esse grupo.
 
Mauro Uehara em 10/07/2013 07:26:27
As aulas de ginástica na orla morena tem inicio as 18:00h e termina as 19:00h, logo o som (que é baixo até demais) não deve ser motivo para incomodar a vizinha, já que este horário não fere a lei do silencio. A ginástica, por sua vez tem trazido um benefício enorme para várias pessoas que frequentam as aulas, inclusive sei de alguns relatos de mulheres que tinham depressão e se sentiram muito melhor depois de frequentarem as aulas, justamente por conta dos exercícios físicos e o convívio social que esses momentos nos proporcionam. Fica aí o convite para os incomodados e sedentários que saiam de sua zona de conforto e junte-se a nós! Exercício físico é saúde!
 
zenilda vieira de lima em 09/07/2013 23:12:10
Moro na esquina da orla, e as aulas não incomodam nenhum pouco, ainda mais sendo no máximo até as 19:00... Esse povo que reclama é sedentário, não deviam ser ouvidos,
 
Thiago Moraes em 09/07/2013 21:00:51
Estamos lidando a todo momento com gente doente do espírito, estressada, mal humorada. Esse tipo de pessoa não suporta risos, músicas e qualquer barulho incomoda. Gente são apenas 50 minutos de dança e num horário permitido, pois as 18 horas não tem ninguém dormindo ainda. O que está acontecendo com a população. Cuidado isso é muito grave!!!!!!! A depressão está crescendo cada dia mais!!!!!!!! Tem gente que parece que já está morta!!!! só falta ser enterrada!
 
Luana Silva em 09/07/2013 20:43:12
Vejam bem, eu sou uma das participantes deste evento na Orla, e quanto a reclamação, partiu de APENAS UMA moradora, ai pode ser que somando ela a mãe o pai e o marido de as 04 pessoas. Essa infeliz implicou com tudo ali, com o terço que ocorre, com o teatro, com a ginástica. Quero ver ela implicar com a galera no domingo ali que é uma bagunça só, quero ver ela descer lá e reclamar. Essa pessoa foi capaz de jogar ovos nas pessoas no teatro do dia das mães. Infelizmente por cause de 1, outros pagam , pois na ginástica são idosas que praticam também, é uma hora apenas sem causar transtornos. Mas para essa pessoa mau amada é um problema né....
 
Alexsandra Costa em 09/07/2013 19:57:58
Gente que povo IDIOTA, me envergonho por estas pessoas morarem no mesmo bairro que EU, as aulas duram somente 50 min, o que tem o horário? é ótimo, não tem ninguém DORMINDO, querem ficar no silencio absoluto vão p fazenda, BANDO DE IDIOTAS.
 
fatima de oliveira em 09/07/2013 19:38:46
Que absurdo.... Não pode acabar com as aulas
 
Bruna Oliveira em 09/07/2013 19:17:53
concordo com todos os outros comentários, quando realmente acontece algo saudável, lá vem os que não tem nada que fazer na vida e reclama...reclama.. e reclama
 
Victoria Almeida em 09/07/2013 19:12:32
Engraçado como não temos consciência não é? Ninguém respeita os direitos alheios em CG, quer seja no trânsito, na fila de mercado, ônibus. Implicar com atividade física que além da saúde, promove inclusão social dos mais velhos? Faça-me um favor, poderia ser seu pai, sua mãe, nós mesmos daqui alguns anos (se tivermos sorte). MPE, uma dica: veja se isso se enquadra na lei do silêncio, se o som estiver muito alto, peça ajustes e mantenha as atividades onde estão. Estamos falando de cancelar um projeto publico e ignorar o direito de 80 pessoas para atender reclamações de 4 pessoas????? Falta bom senso.....
 
Alexandre Melgarejo em 09/07/2013 18:56:39
que coisa mais feia , por que não se incomodam com os maconheiros e narguileros da orla?
amigos da orla em movimento solidário por essas alunas da ginastica já!! A orla tem a força de mudar isso. manda resolver logo e devolver essas meninas para o lugar certo e ginastica continua.
 
Hélio da Silva em 09/07/2013 18:55:46
Vergonha, vergonha mesmo pessoas assim deveriam agradecer por terem coisas legais perto de suas casas. Aqui no Jd. Centenario queremos uma orla ou algo parecido e não temos, precisamos mobilizar e apoiar essas pessoas fazem a ginástica da orla. Ricardo amigo da orla siga em frente viu campo grande tá com você.
 
Luis Dolavanni em 09/07/2013 18:50:48
É por isso que estou indo embora de Campo Grande, aqui não se pode fazer nada que as pessoas já reclamam.

Lamentável!!
 
Eduardo Kotlewski em 09/07/2013 18:35:36
Que vergonha dessa cidade, em vez de aproveita algo animado, uma atividade fisíca,
NÃO! Preferem reclamar, reclamar e reclamar...aposto que a reclamação partiu de pessoas sedentarias, de mal com a vida, sem amor proprio....ridiculo, sinto vergonha em ler isso!
 
Diego Hudson em 09/07/2013 18:15:26
Não passa das 22h (bem longe disso), não tem som excessivamente alto, não tem sujeira, não tem bebedeira, não tem briga... Vai ver os 4 moradores que reclamaram preferem que voltem com o matagal, trilhos abandonados, sujeira e drogados que ficavam na área.
 
Paulo Medeiros em 09/07/2013 17:18:19
é por isso que cg nunca tem nada.. tdo incomoda esse povo.. pela amor de Deus...
se tao robando incomoda, se tão destruindo o patrimonio da orla incomoda, se tão investindo em cultura incomoda... nada nunca ta bom p esse povo...
 
Marcia santos em 09/07/2013 17:18:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions