ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, SÁBADO  15    CAMPO GRANDE 19º

Capital

Desaparecido há meses, ex-jogador do Operário é encontrado no Espírito Santo

Para a mãe de 71 anos, o ex-jogador disse que foi para a cidade de Vitória "aliviar a cabeça"

Por Ana Beatriz Rodrigues | 10/05/2024 17:46
Eduardo de Arruda Silva, o "Pajé", desapareceu em 11 de março de 2024. (Foto: Reprodução/Facebook)
Eduardo de Arruda Silva, o "Pajé", desapareceu em 11 de março de 2024. (Foto: Reprodução/Facebook)

O comentarista esportivo e ex-jogador de futebol Eduardo de Arruda Silva, o “Pajé”, de 41 anos, foi encontrado na tarde desta quinta-feira (9). Sem muitos detalhes, amigos do comentarista disseram por meio das redes sociais que conversaram com ele por ligação de vídeo e ele disse estar bem.

Desaparecido há meses, “Pajé” ligou para um amigo e disse estar fora do estado e que em um momento oportuno faria um vídeo explicando tudo que aconteceu com ele durante esse tempo que ficou sumido.

“Depois de muita procura […], finalmente ontem tivemos a resposta de nossa procura, o Pajé entrou em contato telefônico com o Cleiton. Ele está bem, está em outro estado e tocando sua vida”, diz o texto publicado nas redes sociais.

O Campo Grande News tentou contato com a família do ex-jogador para tentar mais detalhe e, por telefone, a mãe de Eduardo disse que ele conseguiu um telefone para falar com ela só ontem, “ele está vivendo em Vitória no Espírito Santo, disse que foi para lá aliviar a cabeça. Como mãe, fico tão aliviada em saber que meu filho está bem, durante esses meses que ele ficou desaparecido eu só pedia a Deus para proteger ele”, contou Escolástica de Arruda, de 71 anos.

O caso - Ele desapareceu na região do Bairro Portal do Caiobá, em Campo Grande, quando saiu para trabalhar na região central. Em depoimento à polícia, a mãe de Eduardo disse que ele já havia saído de casa em ocasiões anteriores.

Natural de Corumbá, município situado a 428 quilômetros de Campo Grande, Pajé é divorciado e morava com a mãe. “Ele não tem vícios, só bebe com amigos. Sempre foi tranquilo, nunca teve envolvimento com brigas”, discorre o documento, assinado pela mãe.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.

Nos siga no Google Notícias