A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

16/02/2016 20:24

Donos de academia realizam abaixo-assinado para pedir audiência pública

Flávia Lima

Donos de academia e profissionais de Educação Física da Capital estão se mobilizando e coletando assinaturas para pressionar os vereadores a realizarem uma audiência pública para discutir a aplicação da lei que obriga as academias a permitirem o livre acesso a qualquer personal trainer particular no estabelecimento, proibindo a cobrança de taxas.

Segundo Ermiton Yamada, que integra o grupo de proprietários que está mobilizando a categoria para derrubar a lei, a audiência havia sido prometida antes do Carnaval, porém, mesmo após contatos com o presidente da Câmara, João Rocha (PSDB), a categoria não obteve mais retorno.

"Não vamos deixar a questão cair no esquecimento. Estamos trabalhando para entregar o abaixo-assinado até sexta-feira", ressalta Yamada.

Apesar de duas academias conseguirem liminar para continuar cobrando a taxa, nenhum outro proprietário recorreu à Justiça para garantir o direito da cobrança.

"A fiscalização não está ocorrendo por falta de um órgão competente para realizar a função, então ninguém mais procurou a Justiça", explica Yamada.

No final de janeiro, quando a categoria fez a primeira reunião para debater a questão, o vereadro Eduardo Cury, (PT do B), autor da lei, ressaltou que poderia realizar modificações na lei, mas os profissionais querem ser ouvidos antes de qualquer mudança.

"Não conversaram com a gente antes, agora queremos participar do processo", afirma Yamada. Para buscar apoio, os donos de academia estão mobilizando os profissionais através das redes sociais, solicitando que assinem o abaixo-assinado.

Desde a sua aprovação, no final de 2015, os donos de academias vem se mobilizando no sentido de revogar a lei, que prevê multa de R$ 4 mil caso seja descumprida.  

 

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions