A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

10/04/2014 14:19

Educação se compromete a oferecer atendimento psicológico à vítima de estupro

Bruno Chaves

O menino de 10 anos que sofreu abusos sexuais, durante dois anos, na Escola Municipal Consulesa Margarida Maksoud Trad, em Campo Grande, receberá atendimento psicológico oferecido pela Semed (Secretaria Municipal de Educação).

Conforme a superintendente de Gestão, Normas e Relações comunitárias do órgão, Fabiana Parron Bergamo, foi instalado um processo interno na Secretaria de Educação para apurar o crime dentro do colégio.

Fabiana ainda explicou que o assunto foi discutido durante uma reunião entre a Semed e diretores da escola onde ocorreu a violência sexual, que fica no bairro Estrela Dalva. “Cuidados pedagógico e social com os alunos entrou na pauta”, explicou.

A superintendente ainda garantiu que ações preventivas, como palestras direcionadas a pais e alunos, serão realizadas com mais frequência para evitar esse tipo de ocorrência. “Mas lembramos que em casos como esse, a criança precisa denunciar porque não tem como a secretaria enxergar casos isolados”, pontuou.

Ela afirmou que a própria família do aluno pode ajudar a evitar casos de violência sexual ou até o chamado bullying. “A família deve analisar o comportamento da criança dentro e fora de casa”, opinou.

Ainda de acordo com a superintendente, tanto a família quanto a vítima receberão apoio psicológico para enfrentar a situação. “Queremos ajudar a família e o aluno”, garantiu.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions