A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 19 de Agosto de 2019

07/07/2019 18:45

Em 3 dias, 67 moradores de rua foram abordados e 9 aceitaram ir para abrigo

Com rajadas de até 45 km/h, a sensação térmica na capital atingiu -2º na madrugada de sábado (6)

Clayton Neves
Morador de rua recolhido entra no Cetremi. (Foto: Henrique Kawaminami) Morador de rua recolhido entra no Cetremi. (Foto: Henrique Kawaminami)

De sexta-feira (5) até a tarde deste domingo (7), 67 moradores de rua foram abordados por
equipe de assistência social em Campo Grande. Do total, apenas nove aceitaram ser levados para abrigos. Com rajadas de até 45 km/h, a sensação térmica na capital atingiu -2º na madrugada de sábado (6).

Informações divulgadas pela SAS (Secretaria Municipal de Assistência Social), mostram que a maioria dos que recusaram seguir para o abrigo, aceitaram os cobertores que foram distribuídos pela Prefeitura.

Os seis que saíram das ruas foram levados para unidades do Caps (Centro de Atendimento Psicossocial) e para o Cetremi (Centro de Triagem e Encaminhamento do Migrante e População de Rua), onde é fornecida alimentação e há espaço para dormir.

Ajuda para moradores de rua podem ser solicitadas ao serviço de assistência social pelos números (67) 98404-7529 e (67) 98471-8149.

O domingo (7) começou com céu aberto e temperatura de apenas 6°C, com sensação térmica de 2°C, em Campo Grande. A mínima em Mato Grosso do Sul chega a 0°C, segundo o Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia), e a máxima fica em 25°C.

A massa de ar de origem polar que derrubou as temperaturas chegou em Mato Grosso do Sul na tarde de sexta-feira (5) e causou geada em 14 municípios na madrugada de ontem. As temperaturas começam a aumentar gradativamente a partir de amanhã (8), porém os dias continuam ensolarados com céu claro e as noites frias.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions