A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

16/03/2016 12:48

Em abrigo, garoto torturado ganha chocolate e até consulta de presente

Viviane Oliveira
Garotinho, que há uma semana voltou para o abrigo, continua ganhando presentes. (Foto: divulgação) Garotinho, que há uma semana voltou para o abrigo, continua ganhando presentes. (Foto: divulgação)

Uma semana depois de receber alta da Santa Casa, o menino de quatro anos que era torturado pelos tios, ainda recebe vários presentes no abrigo, onde está com a irmã de 14 anos e mais nove crianças. “Ele já ganhou chocolates, roupas, calçados, brinquedos, bíblia infantil e até consulta médica”, conta Ana Paula Queiroz, coordenadora da casa de acolhimento.

Depois de ficar 15 dias internado para tratar lesões na orelha, nos olhos e ferimentos causados por queimaduras, o garotinho recebeu alta hospitalar na última quarta-feira e foi para o abrigo, onde já morava com a irmã, antes de ser adotado pelos tios, que estão presos acusados de torturar o sobrinho em rituais de magia negra.

Conforme Ana Paula, o menino está cada vez melhor e brinca como qualquer outra criança. “Ele sobe no sofá, pula o dia inteiro, brinca com a fantasia de super-herói e come muito bem”, diz. Quando estava internado na Santa Casa, o garoto recebeu vários presentes e ainda continua ganhando mimos de pessoas que sensibilizaram com o caso.

Segundo a coordenadora, tem gente que vai até o abrigo levar presentes e não entra para fazer a visita, porque não consegue conter a emoção. Na casa, a maioria das doações chega direcionada para o menino que foi protagonista de uma história de maus-tratos que chocou a cidade.

Até consultas médicas o pequeno herói já ganhou. “A assistente social da Santa Casa ligou dizendo que alguns médicos se prontificaram a ajudar”, conta. A criança ainda continua com o tratamento e na segunda-feira passou pelo otorrino e ontem fez exames de sangue. Quanto a irmã de 14 anos, a coordenadora diz que a adolescente brinca com o irmão e já comentou que ficou chateada por tudo que aconteceu. 

Enquanto esteve no hospital, o paciente recebeu atendimento de uma equipe multidisciplinar, com cirurgião plástico, oftalmologista, otorrinolaringologista e psicólogo. O menino recebeu tratamento clínico para queimaduras e abcessos na face e orelha. Ele, que permaneceu em leito de isolamento e acompanhado por uma cuidadora, fez amigos e ganhou peso.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions