A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 26 de Abril de 2019

02/11/2018 07:45

Em alta velocidade e no celular, empresário bate em guard rail e morre

Acidente aconteceu na Avenida Coronel Antonino, próximo ao Terminal General Osório, por volta das 3h desta sexta-feira (2)

Viviane Oliveira e Bruna Pasche
Hoje de manhã ainda era possível encontrar macas do acidente registrado durante a madrugada (Foto: Ricardo Gael) Hoje de manhã ainda era possível encontrar macas do acidente registrado durante a madrugada (Foto: Ricardo Gael)
Saulo também era lutador e judô.Saulo também era lutador e judô.

O empresário Saulo Leal, 40 anos, morreu após colidir o carro que conduzia contra o guard rail, na Avenida Coronel Antonino, próximo ao Terminal General Osório, por volta das 3h desta sexta-feira (2), em Campo Grande.

Saulo era proprietário do restaurante Fratellos, localizado na Avenida Mato Grosso e também lutador de judô.

Conforme boletim de ocorrência, a vítima seguia em um GM Onix branco ao sentido bairro/centro, quando perdeu o controle da direção em uma curva, atingiu o canteiro central e colidiu contra o guard rail (proteção metálica). A pancada foi tão forte, que Saulo não resistiu e morreu no local.

Segundo o delegado José Roberto de Oliveira Júnior, que atendeu a ocorrência, tudo indica que o motorista seguia em alta velocidade e estava mexendo no celular. O aparelho da vítima e uma garrafa de cerveja quebrada foram encontrados próximo ao veículo. O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Mortes no trânsito - Na semana passada, duas pessoas morreram no trânsito da cidade. Cíntia Raquel Arguelo da Silva, 17 anos, era passageira de uma motocicleta quando foi arremessada contra um poste de iluminação pública, na Avenida Júlio de Castilho, na Vila Sobrinho, na madrugada de domingo (28). Na tarde do mesmo dia, o motociclista César Domingos de Seariano G. V e Silva, 37 anos, morreu após se envolver em acidente com carro, na Avenida Capibaribe, no Jardim Petrópolis. 

*Matéria editada para correção de informações. A princípio, a Polícia Civil havia registrado a profissão de Saulo como de carroceiro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions