A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 24 de Abril de 2019

31/12/2018 08:54

Em dez horas, lanchonete do Centro sofre duas tentativas de furto

Casa da Bruxa, na região central, foi alvo de ladrões duas vezes durante o domingo (30)

Izabela Sanchez
Casa da Bruxa, loja alvo de duas tentativas de furto no domingo (30) (Foto: Paulo Francis)Casa da Bruxa, loja alvo de duas tentativas de furto no domingo (30) (Foto: Paulo Francis)

A Casa da Bruxa, cafeteria e loja de doces na região central de Campo Grande, sofreu duas tentativas de furto em um prazo de dez horas durante o domingo (30), e amanheceu fechada na manhã desta segunda-feira (31). A primeira ocorreu por volta das 1h do domingo, e o assaltante ficou preso dentro da loja após o vigia chegar ao local. Já a segunda tentativa ocorreu por volta das 10h, e o autor da tentativa foi embora sem levar nada.

Na primeira tentativa, o dono viu o furto acontecer pelas câmeras de monitoramento. Impedido de fugir com a chegada de um vigia, o ladrão ficou dentro da loja e foi detido pelo proprietário, que se deslocou ao local.
Para entrar na loja, Douglas de Campos Rodrigues, 23 anos, quebrou a fechadura da porta com chave de fenda. Sem se preocupar com o alarme, retirou R$ 26,90 do caixa da empresa e comeu uma trufa que custa R$ 5,90. Ele foi levado para a Depac Centro (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

Na mesma loja, 9 horas depois, um assaltante, que já tinha invadido diversas lojas na região, foi embora sem levar nada e não conseguiu invadir a loja. O homem, que estava em uma motocicleta, tentou entrar, sem sucesso. Como o homem ficou pouco tempo na cafeteria e fugiu do local, não foi possível prendê-lo.

Furtos no final de ano – Campo Grande já registrou 181 casos de furtos entre o dia 25 de dezembro e o dia 31, segundo dados da Sejusp (Secretaria Especial de Justiça e Segurança Pública). Os crimes ocorreram, especialmente, nas lojas da região central. Na madrugada de domingo, além da Casa da Bruxa, uma ótica na Avenida Mato Grosso também foi alvo do crime e o proprietário foi alertado por uma empresa de monitoramento.

A região central também foi alvo de “arrastão” no domingo. Responsável por furtar uma concessionária durante a manhã no Bairro Itanhangá Park, o mesmo homem teria sido autor de outros dois furtos ocorridos na região central. A identificação ocorreu por uma empresa de monitoramento da concessionária, que flagrou o homem através das câmeras de segurança.

A empresa afirma que o ladrão usava luvas de látex, capacete preto, vestia um casaco azul marinho da marca Oackley, bermuda jeans e chinelo. Com essas mesmas características a empresa informou que o autor teria furtado outras duas empresas nesta manhã, na Rua 15 de Novembro e na Rua Joaquim Murtinho.

Ainda durante o domingo, a Polícia Militar prendeu, durante a tarde, Renan Ried Escolhante, 30, por ter furtado R$ 5 mil em produtos de beleza, lâminas de cheque, além de um cofre com R$ 900 em dinheiro, da casa de uma moradora da Vila Jacy, em Campo Grande. Ele foi flagrado, na Avenida Rachel de Queiroz, por dirigir de maneira perigosa. A polícia realizou buscas no interior do veículo e na casa do autor e encontrou os objetos levados.

A agência do Banco do Brasil do bairro Villas Boas, na Avenida Eduardo Elias Zahran, foi alvo de arrombamento na madrugada segunda-feira (31). Evadido do sistema prisional, Roger Bernardino da Silva, 23, foi encontrado na região e confessou o crime. Além dele, outras quatro pessoas teriam participado da tentativa de furto, mas não foram encontrados. O grupo não conseguiu levar nenhum valor ou material da agência.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions