A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

03/07/2012 18:01

Em meio a greve, acadêmicos da UFMS fazem manifestação

Luciana Brazil
Acadêmicos protestam com faixas na avenida Afonso Pena. (Fotos:Simão Nogueira)Acadêmicos protestam com faixas na avenida Afonso Pena. (Fotos:Simão Nogueira)

Acadêmicos da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) realizaram hoje manifestação no centro de Campo Grande contra a precariedade do ensino na universidade, além dos problemas da educação pública em todo país.

Divididos em grupos, os universitários se mobilizaram em várias pontos da avenida Afonso Pena, além de se reunirem em ônibus que faziam o trajeto entre a UFMS e o centro da cidade.

Com palavras de ordem, faixas e cartazes, os alunos reclamaram da falta de diálogo com a reitoria da universidade e também com o governo federal. Em greve desde o dia 20 de junho, mais de 90% das universidades federais estão sem aulas.

“A população precisa estar a par da situação, de tudo que está acontecendo. Queremos a melhora no ensino, em todos os âmbitos da educação”, disse o estudante de medicina Felipe Baltazar, 19 anos.

Segundo os acadêmicos a reitoria não abre espaço para diálogo com os estudantes. "De forma um pouco exagerada, nós dissemos que estamos em um regime ditatorial", afirmou o acadêmico de econômia, Renan Araújo, 19 anos.

Estudantes se mobilizam a favor da educação pública no estado. Estudantes se mobilizam a favor da educação pública no estado.

O acadêmico lembrou também que o problema precisa ser discutido com a sociedade. “Não pode ficar só com os estudantes, todos precisam estar envolvidos. Precisamos tornar público o que acontece nas universidades e que as pessoas fortaleçam e façam parte dessa luta”.

Os jovens afirmaram também que a mobilização é pacífica. “O protesto não é sinônimo de violência”, completou Renan. Cerca de 50 pessoas participaram da mobilização de hoje, entre alunos dos cursos de psicologia, história, veterinária, artes, ciências sociais e medicina.

Um ato unificado de professores, técnicos e estudantes será realizado amanhã, a partir das 9 horas, na rua Barão do Rio Branco, entre as ruas 13 de Maio e a 14 de Julho.

Os manifestantes irão protestar também contra a baixa remuneração e contra mal estado de conservação das salas e equipamentos.

De família de escritores, médico lança amanhã livro com poemas
O renomado psiquiatra Marcos Estevão lança nesta quinta-feira (14) em Campo Grande o livro de poesias "Pedaços de Mim", que é um compilado de poemas....
Renegociação de dívidas com a Águas Guariroba segue sendo realizada
Vai até o dia 29 deste mês a campanha "Fique em Dia", realizada pela Águas Guariroba para renegociar as dívidas que os consumidores têm com a empresa...
Com inspiração japonesa, luzes vão iluminar compras no Centro
Iluminação especial passa a ser adotada, nesta quarta-feira (13), na região central de Campo Grande. Dezesseis estruturas de alumínio, com lâmpadas d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions