A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

04/11/2012 10:15

Em missa, familiares de rapaz morto por PM pedem justiça e paz

Eles estão vestidos com camiseta estampada o rosto de Ike. Igreja está cheia

Nadyenka Castro e Paula Vitorino
Missa em homenagem a Ike é realizada na Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. (Fotos: Rodrigo Pazinato)Missa em homenagem a Ike é realizada na Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. (Fotos: Rodrigo Pazinato)
Wesley, irmão de Ike, lembra que é preciso paz  e justiça.Wesley, irmão de Ike, lembra que é preciso paz e justiça.

Familiares e amigos de Ike Cezar Gonçalves, 29 anos, morto por um policial militar no dia 28 de outubro, em Campo Grande, participam neste domingo de missa em homenagem ao rapaz. Com camiseta estampada o rosto dele, companheiros diários de Ike estão na Igreja Perpétuo Socorro e pedem justiça e paz.

“Queremos pedir paz e justiça”, fala a mãe de Ike, Jacy Vieira do Nascimento, 49 anos. Ela explica que a missa de sétimo dia da morte do filho foi realizada sábado, nas Moreninhas, e que a celebração deste domingo tem como objetivo o pedido de justiça.

Irmão de Ike, Wesley Gouveia, 28 anos, diz que a intenção da família e dos amigos é “comover as pessoas para acabar com a violência. É desnecessário tudo isso que está acontecendo”, disse.

A comerciante Luciene Moares, fala que o amigo “foi morto injustamente”. “Então queremos justiça”, declara.

Eunice Rodrigues, 52 anos, se indigna com a forma que o amigo foi morto. “O papel de um policial não é de atirar na testa à queima-roupa. Policial existe para proteger as pessoas e não matar”.

Ike foi morto com um tiro disparado pelo policial militar, quando tentava encerrar uma confusão na saída da casa de shows Santa Fé, localizada na rua Brilhante.

Ele ainda foi socorrido, mas, não resistiu aos ferimentos e morreu na Santa Casa. Hospital onde ele trabalhava como técnico de enfermagem. O policial e um amigo dele envolvido no caso estão presos.

Ike foi sepultado no dia em que completaria 30 anos. Ele deixou três filhos.





Depois dizem que pessoas como essas são preparadas para servir e proteger é indignante deixarem um bandido desses solto.
 
Reinaldo Brauna em 04/11/2012 16:15:21
È indignante,uma história dessa deixa qualquer pessoa revoltada.Eu não conhecia a vitima,mas ele era amigo do meu filho...ou seja eles estavam sempre juntos,e qualquer um que estivesse junto com ele poderia ter sido 'a bola da vez'.
Que Deus conforte a familia,e que os homens façam justiça,e coloque esse policial na cadeia.
 
gislene cardoso em 04/11/2012 11:55:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions