A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

09/05/2011 10:01

Emha convoca 106 mutuários para regularizar a situação de imóveis

Marta Ferreira
Convocados deverão comparecer à Emha para explicar situações que envolvem aluguel de imóveis, contrato de compra e venda, entre outras pendências.Convocados deverão comparecer à Emha para explicar situações que envolvem aluguel de imóveis, contrato de compra e venda, entre outras pendências.

A Emha (Agência Municipal de Habitação) publicou hoje uma convocação de 106 mutuários para regularizar a situação junto ao órgão. Conforme a convocação, as pessoas que constam da lista devem comparecer ao órgão para explicar o “descumprimento de cláusulas contratuais firmadas entre as partes”.

O diretor-presidente da Emha, Paulo Matos, afirmou esta manhã ao Campo Grande News que a publicação da listagem não tem qualquer relação com as denúncias surgidas na sexta-feira passada referentes a um golpe envolvendo casas construídas pela agência.

Segundo ele, foi uma coincidência, pois publicação é administra e já estava prevista, seguindo o trâmite da lei que, em dezembro de 2010, ofereceu condições diferenciadas para a regularização de imóveis financiados pela agência.

Matos afirma que as denúncias que motivaram a abertura de inquérito pela Polícia Civil são de 2005, e nada tem a ver com a atual gestão. “Inclusive, já houve processo relativo a isso”.

Na Polícia, a única informação sobre o andamento das investigaçõesé de que na quarta-feira haverá coletiva à imprensa sobre o assunto.

Os mutuários convocados hoje, conforme Matos, deverão comparecer à Emha para explicar situações que envolvem aluguel de imóveis, contrato de compra e venda, entre outras. Pela regra, essas situações são irregulares, mas poderão ser regularizadas, como prevê a lei do ano passado.

A lei também previu desconto para mutuários em dívida colocarem as prestações em dia. Até agora, conforme Paulo Matos, foram mais de 3 mil atendimentos de mutuários interessados nos benefícios da lei, que tem validade de um ano.

Com isso, a agência acumulou uma receita extra de R$ 700 mil, até o mês de março, informou o diretor-presidente.



Uma penas as pessoas não levarem os programas habitacionais a sério ou na base do puro assistencialismo e se permitirem a acumular dívidas pelo não pagamento das prestações. Inúmeras pessoas que precisam de casas pagariam em dia as prestações e essas 106 sorteadas empurram com a barriga. O pior é que sem essas parcelas, o programa fica comprometido e não tem como se expandir. Uma pena essa falta de consciência.
 
Marleide Sobreira em 09/05/2011 11:42:59
Vc entra dentro desses condominios so ve carroes na garagem, nao sei porque, era pra ser um empreendimento para quem ganha pouco, mais quem ganha pouco nunca é "sorteado" ta ai a explicaçao, tem uns 4 anos q tenho inscriçao e nada, acho q tem q da uma olhado no condominio ali da cophasul tbm.
 
Rafael Martins em 09/05/2011 11:06:07
Não tem relação com denúncia.
Mas que é estranho, assim, de uma hora para outra realizarem isso.
Me engana que eu gosssssssssssssssssssssssssto
 
Orlando Lero em 09/05/2011 06:21:50
e uma pena pois as pessoas pegam a casa e depois as revendem.
tenho 3 inscrições para ganhar uma casa e não fui contemplado em nenhuma delas, estou pagando aluguel ate hoje enquanto a farra continua...
 
ronaldo tardim em 09/05/2011 05:58:09
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions