ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  03    CAMPO GRANDE 22º

Capital

Encontrado morto no Oiti respondia a roubos de veículos na justiça

A principal suspeita é que Leonardo Nunes tenha morrido em decorrência de uma convulsão

Por Geisy Garnes | 12/06/2021 17:59
O corpo foi localizado na Rua Marines Souza Gomes na região do Residencial Oiti (Foto: Kisie Aionã)
O corpo foi localizado na Rua Marines Souza Gomes na região do Residencial Oiti (Foto: Kisie Aionã)

Polícia identificou o homem encontrado morto na quinta-feira (10), no Jardim Samambaia, como Leonardo Nunes Vareiro, conhecido como Di Menor, de 29 anos. A principal suspeita é que ele tenha morrido em decorrência de uma convulsão. O corpo foi localizado na Rua Marines Souza Gomes na região do Residencial Oiti, em Campo Grande.

O corpo estava em uma área descampada e não tinha sinais de agressão, mas apresentava substância branca nas narinas e no canto da boca, indicando uma possível convulsão. No dia do crime, a vítima não portava documentos, por isso passou por exame no IMOL (Instituto Médico e Odontológico Legal). Através das digitais, os peritos chegaram a sua identificação.

Leonardo tinha várias passagens pela polícia e respondia na justiça a dois processos pelo crime de roubo. Um deles aconteceu em 2017. Na época usou uma arma de brinquedo para tomar uma motocicleta Honda CG 125, avaliada em R$ 6 mil. Acabou detido pela guarda municipal, confessou ser autor do assalto e revelou que usaria o veículo para entregar drogas.

Durante o flagrante, se identificou como integrante do PCC (Primeiro Comando da Capital). No ano seguinte invadiu uma igreja do Jardim Campo Nobre, rendeu duas mulheres e duas crianças e roubou o carro da família, um Corsa avaliado em R$ 13 mil. No dia, ele chegou a pedir para uma das vítimas ligar o veículo para ele, já que não conseguia.

O rapaz foi preso pouco depois, pela Polícia Militar, na Avenida Guaicurus. A morte é investigada pela Polícia Civil.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário