A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

02/04/2013 20:07

Enersul segue combate a irregularidades em medidores de energia

Nyelder Rodrigues e Helton Verão
Técnicos procuram por alterações nos medidores de energia elétrica (Foto: Marcos Ermínio)Técnicos procuram por alterações nos medidores de energia elétrica (Foto: Marcos Ermínio)

O combate aos “gatos” na energia elétrica e falhas dos medidores segue sendo feito pela Enersul em Campo Grande. Nesta tarde, uma das ruas fiscalizadas foi a rua Capri, no bairro Chácara Cachoeira.

Lá, foi verificado problemas no medidor de energia de uma casa. Segundo os técnicos da Enersul, o problema encontrado foi o mais comum, a queima de uma das três fases do aparelho.

O dono na casa, o autônomo Rodrigo Campos Abes, de 40 anos, acompanhou a fiscalização. Ele disse morar ali há nove anos, mas no último, deixou a casa fechada pois foi morar em outra cidade, voltando apenas em janeiro deste ano.

Ele afirma não saber o que aconteceu para que tenha sido queimada uma das fases do medidor. Entretanto, conforme Marcio Ribeiro, técnico da Enersul, as fases dos medidores de energia só queimam se alguém fizer isso, descartando a possibilidade de acidentes.

“Não tem como ser por acaso”, o técnico, que também afirma que são visitas cerca de oito residências por dia, e em três ou quatro delas são encontradas irregularidades.

Atualmente, a Enersul possui um aparelho que indica a média e as oscilações de consumo de cada residência. As que apresentam essas maiores oscilações, ou mudanças bruscas, são visitadas por uma equipe da empresa para constatar se há irregularidades com o medidor.

“A cada dia, a gente se depara com mais fraudes, cada vez mais criativas”, contam os técnicos. Em 2012, a Enersul registrou 31,7 mil casos, sendo 30% deles reincidentes. Os consumidores com irregularidades são multados com valores que variam, conforme o período em que ficaram com o “gato”. As multas são aplicadas após verificação do aparelho no Inmetro.

Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


Favor avisar com antecedencia, quando forem ao bairro santo amaro. Grato.
 
Collin Carter em 03/04/2013 10:39:15
Favor avisar com antecedência, quando forem fiscalizar o bairro Santo Amaro. Grato
 
Collin Carter em 03/04/2013 10:26:43
Bairros nobres da cidade estão sendo alvos de uma verdadeira devassa nos equipamentos que medem serviços públicos de fornecimento de energia e água. Acho que de nobre nas atitudes de alguns moradores desse bairros, só ficou no nome. Essa cultura brasileira de que rico pode tudo e que pobre é que deve pagar a conta, tem que mudar, vocês não acham ??
 
Flávio Márcio em 03/04/2013 08:07:35
até agora eu nao sei quem rouba mais ,se sao as pessoas que fazem gato ,ou se é a enersul com preços abusivos
 
natal araujo em 02/04/2013 21:21:35
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions