A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 18 de Setembro de 2018

05/04/2018 12:55

Envolvidos na morte de estudante em briga de cães se entregam à polícia

Guilherme Henri e Bruna Kaspary
Estudante morto Luiz Henrique de Souza Barbarotti, de 21 anos (Foto: Arquivo Pessoal/ Facebook)Estudante morto Luiz Henrique de Souza Barbarotti, de 21 anos (Foto: Arquivo Pessoal/ Facebook)

Dois dos três envolvidos no assassinato de estudante após briga de cachorros se entregaram à Polícia Civil na Capital. Eduardo Fialho Junior, 19 anos, e o irmão dele de 17 anos, se apresentaram na tarde de ontem (5) na 2ª Delegacia de Polícia.

O estudante Luiz Henrique de Souza Barbarotti, de 21 anos, foi morto a tiros. O crime ocorreu no dia 23 do mês passado, no Jardim Seminário.

Conforme o delegado Sérgio Luiz Duarte, da 2º DP, os suspeitos se apresentaram com advogado. Os dois não tinham passagens pela polícia. Porém, Eduardo permaneceu preso na delegacia enquanto o adolescente foi liberado.

“A participação do adolescente é investigada pela Deaij (Delegacia Especializada de Atendimento a Infância e Juventude). Como o menino não tinha passagens por enquanto foi liberado”, explica.

O terceiro envolvido, Lincoln Márcio Délia, de 35 anos, principal suspeito de ser o autor dos tiros continua foragido. “Todos responderão por homicídio qualificado pela emboscada, além da contravenção penal de omissão de cautela do animal”, detalha.

Eduardo Fialho Junior, 19 anos (Foto: Divulgação)Eduardo Fialho Junior, 19 anos (Foto: Divulgação)
Lincoln Márcio Délia, de 35 anos (Foto: Divulgação)Lincoln Márcio Délia, de 35 anos (Foto: Divulgação)

Ainda segundo Sérgio, mais detalhes sobre a apresentação, como por exemplo, o depoimento dos envolvidos, serão repassados pelo o delegado que está com o caso, Antenor Batista da Silva.

Briga e morte - Conforme a Polícia Civil, a vítima e mais três amigos voltavam da Orla Morena com dois cães pela Rua 2 de Outubro, quando o dono de uma das residências abriu o portão e dois cachorros - um deles da raça pit bull - escaparam. Ele mordeu a perna de um dos jovens e na sequência atacou os animais da vítima.

Para separá-los, um dos rapazes deu socos no pit bull. No entanto o dono do bicho agredido não gostou e uma briga generalizada começou. Com o fim da briga, os quatro amigos foram embora, mas quatro quadras depois foram surpreendidos pelos três suspeitos, que estavam em um Volkswagen CrossFox.

Os suspeitos desceram do carro e mais uma vez lutaram com as vítimas. Um deles sacou a arma e atirou. Luiz foi baleado, tentou correr e caiu cerca de 80 metros à frente. Ainda assim as agressões continuaram e um adolescente de 17 anos teve a orelha dilacerada ao tentar defender um dos amigos.

Os suspeito fugiram do local quando testemunhas começaram a se aproximar da briga.

 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions