A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

31/03/2012 11:15

Evento de Páscoa reúne doação e auxílio a carentes no Nova Lima

Wendell Reis

Funcionários do Posto de Saúde e comunidade se uniram para distribuir ovos de Páscoa e informações sobre prevenção ao câncer

Evento distribuiu 1.000 ovos de Páscoa a crianças do bairro(Foto: Marlon Ganassin)Evento distribuiu 1.000 ovos de Páscoa a crianças do bairro(Foto: Marlon Ganassin)

Há três anos, o médico Renato Figueiredo ficou sabendo por meio de um enfermeiro que alguns funcionários do Posto de Saúde do bairro Nova Lima fariam um evento para crianças carentes. O evento começou em um terreno baldio com 30 crianças, mas evoluiu, e chegou a atender duas mil crianças no Natal passado.

Renato explica que a “Páscoa Saudável”, como é denominado o evento de hoje, e os demais, realizados no Dia das Crianças e Natal, tem por objetivo trazer a família. O médico conta que no começo era comum observar crianças trazendo outras crianças. Mas, isso foi mudando:

“O que tentamos fazer é incentivar a família. Fazer o pai e a mãe estar presente, resgatando a família. Aqui o que vale é a política do amor. Praticar o bem ao próximo. Sem religião, política, classe social, nada. Todo mundo que tiver a disposição de ajudar é muito bem vindo”.

No evento “Páscoa Solidária” foram distribuídos 1000 ovos de Páscoa, doados pela comunidade, empresários e políticos. Além disso, a população recebeu informações sobre a saúde da mulher e do homem, hipertensão, diabetes e obesidade.

A dona de casa Marinalva Diniz Crispin, 46 anos, foi ao evento com dois filhos. Ela acha que a reunião é uma forma de integração entre a comunidade. “É bom saber que alguém está interessado por nós. Para saber com quem reclamar quando necessário. É importante até para o convívio junto com toda a comunidade.

A dona de casa Cleidineia Nascimento, 43 anos, está no evento como voluntária. Ela analisa que é importante ajudar as pessoas carentes, porque muitas das mães que estão ali não têm dinheiro para comprar chocolate para os filhos ou levar em um parque ou médico. “Na saúde pública também é difícil. No posto não tem ficha”, exemplifica. Os organizadores do evento também pretendem distribuir 80 ovos em um orfanato a ser escolhido.



Fui voluntário nesta ação social, excelente trabalho realizado pela comunidade Oscar Salazar, agradeço a srª Adriana Nascimento e ao drº Renato Figueiredo, organizadores. Em especial a colega de turma de enfermagem, Loisa pelo convite.
 
Alceli Fernandes em 31/03/2012 08:27:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions