ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEXTA  17    CAMPO GRANDE 35º

Capital

Ex-usuário de drogas é condenado a 20 anos de prisão por morte de professora

Por Bruno Chaves | 16/12/2013 17:44
Evandro foi condenado a 20 anos de reclusão em regime fechado (Foto: Marcos Ermínio)
Evandro foi condenado a 20 anos de reclusão em regime fechado (Foto: Marcos Ermínio)

Acusado de matar a esposa com 11 facadas no dia 21 de agosto de 2012 na Chácara dos Poderes, em Campo Grande, o ex-usuário de drogas Evandro José Barbosa Fernandes, 35 anos, foi condenado em júri popular, nesta segunda-feira (16), a 20 anos de reclusão em regime fechado.

Durante o julgamento, realizado no Tribunal do Júri do Fórum, Evandro disse que estava sob efeito de drogas quando esfaqueou a professora Zilca. Para tentar diminuir a pena, o advogado de defesa, Marcos Ivan, alegou que seu cliente não sabia o que estava fazendo no momento do crime.

Para o juiz Aluízio Pereira dos Santos, presidente do Tribunal do Júri, “o delito foi cometido por motivo fútil na medida em que praticou em razão de insignificante desentendimento conjugal pelo fato da vítima não concordar que usasse drogas, evidenciando a desproporcionalidade de sua conduta”.

A sentença ainda informa que Evandro utilizou-se de meio cruel na morte da professora porque a golpeou com facadas, o que ocasiona intenso sofrimento físico. Ele também utilizou de recurso que dificultou a defesa da vítima, pois a esfaqueou repentinamente, inclusive, pelas costas, entendeu o magistrado.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário