A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

12/11/2012 18:45

Pedido de exame de insanidade paralisa processo contra assassino de professora

Viviane Oliveira
Evandro durante a reconstituição do crime no dia 13 de setembro. (Foto: Rodrigo Pazinato)Evandro durante a reconstituição do crime no dia 13 de setembro. (Foto: Rodrigo Pazinato)

Na audiência do processo por homicídio doloso triplamente qualificado contra Evandro José Barbosa Fernandes, 34 anos, o juiz da 2ª Vara do Tribunal do Júri, Aluísio Pereira dos Santos, acatou o pedido da defesa para que fosse feito o exame de insanidade mental. Evandro matou no dia 22 de agosto com 11 facadas a professora Zilca Fernandes Marques, 45 anos.

De acordo com o advogado de defesa, Marcos Ivan, o processo vai ficar suspenso até o resultado do exame. Durante a audiência nesta segunda-feira (12) foram ouvidas oito testemunhas, sendo seis de acusação e duas de defesa.

Assassino confesso da professora, Evandro disse que matou a esposa sob efeito de pasta base de cocaína. Ele está preso no Centro de Triagem de Campo Grande.

O crime aconteceu em uma chácara na região do Parque dos Poderes na residência do casal, em Campo Grande. Durante a reconstituição feita no último dia 13 de setembro, Evandro contou detalhes da maneira como matou a professora.

Ele contou que após o crime permaneceu na casa por algumas horas, tomou banho e foi a região central consumir mais droga. Ele retornou para a residência e ficou lá até duas horas do dia seguinte, quando resolveu procurar a família para pedir ajuda.

O advogado Marcos Ivan, alega que seu cliente não tinha consciência de que estava matando a vítima, porque estava sob efeito de droga.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions