A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

22/02/2016 15:12

Falta merenda e licitações atrasam, mas Bernal gasta com propaganda

Cartazes de "boas vindas" com a imagem do prefeito e secretária foram colocados em creches

Mayara Bueno
Foto do cartaz no Ceinf do Rita Vieira, em 11 de fevereiro. (Foto: Marcos Ermínio)Foto do cartaz no Ceinf do Rita Vieira, em 11 de fevereiro. (Foto: Marcos Ermínio)

Enquanto em alguns Ceinfs (Centro de Educação Infantil) faltou merenda na volta às aulas e a Prefeitura de Campo Grande até agora não concluiu as compras de aimentos e kits escolares, a administração do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), teve tempo e dinheiro suficientes para gastar com propaganda.

Banners foram afixados nas creches da rede municipal de ensino no reinício das atividades. Na propaganda, há destaque para uma foto em que estão o prefeito e a secretária municipal de Educação, Leila Machado. Fora isso, há outras imagens de crianças com uniformes da rede, com a logo da Prefeitura e da Semed (Secretaria Municipal de Educação), e a mensagem: "Sejam todos bem-vindos ao ano letivo de 2016. É uma honra tê-los como parte da equipe da Rede Municipal de Ensino".

Em uma pesquisa de orçamento em três gráficas da Capital, o preço médio de um banner do tamanho dos encontrados nas creches varia de R$ 75,00 a R$ 167,00, cada. No primeiro caso, o preço cai por conta da quantidade.

Se os cartazes foram colocados em todas as 98 creches, o Executivo Municipal pode ter gasto R$ 7.350,00, no mínimo, se levar em consideração o menor orçamento encontrado. Este número pode dobrar, caso os banners tenham sido colocados também nas 98 escolas.

Na manhã desta segunda-feira (21), a reportagem do Campo Grande News foi a três creches. Em duas delas, as diretoras confirmaram a entrega dos cartazes.

Em meio a isso, a Prefeitura de Campo Grande dá andamento às licitações para aquisição dos kits escolares e da merenda escolar. Embora o Executivo Municipal afirme que não faltará alimentação, pois há estoque suficiente, houve denúncias de pais, cujos filhos estudam em ceinfs, a respeito da falta dela no dia 11.

No mesmo dia, a secretária de Educação confirmou a falta de alimentos em alguma das unidades, dizendo que, por conta do período de Carnaval, não foi feita a entrega de alguns itens de hortifruti.

Atrasos – Ambas as licitações foram lançadas pela Prefeitura em datas bem próximas do início das aulas na rede, em janeiro. A abertura das propostas da merenda e dos kits, por exemplo, aconteceu em 16 e 19 de fevereiro, respectivamente, e o processo licitatório ainda segue na fase de amostras das empresas classificadas, antes de serem homologadas pelo poder público municipal.

A Prefeitura de Campo Grande foi acionada pela reportagem do Campo Grande News. Ao Executivo Municipal foi questionado quanto foi gasto com os cartazes e se eles foram colocadas em todas as creches e escolas. Também foi questionado sobre a fase atual e empresas classificadas nos dois pregões, mas nenhuma das perguntas foi respondida até o fechamento e publicação deste texto.

TCE pede explicações à Prefeitura sobre licitação do kit escolar
O TCE (Tribunal de Contas do Estado) recebeu denúncia de direcionamento de licitação e deu prazo de cincos dias para que a Prefeitura de Campo Grande...
Merenda escolar será licitada somente depois de início das aulas do município
As atividades nos Ceinfs (Centro de Educação Infantil) começaram nesta quinta-feira (11) e as aulas nas escolas municipais iniciarem em 15 de feverei...


Mas é o slogan desse prefeito, lembram? "As pessoas em primeiro lugar"!
Imaginem as que estão em último lugar então! Em que situação se encontram?
Eu acredito que tal slogan na verdade é "A pessoa em primeiro lugar", no caso a pessoa dele, o prefeito perfeito!! É patético esse cidadão, não tem vergonha de andar pela cidade e ver no que transformou nossa capital, crianças sem uniforme, sem merenda e material escolar e sem professores também.
Absurdo maior é a justiça permitir isso acontecer!!
 
Guto em 23/02/2016 09:11:51
Minha tristeza nessa guerra politica e dos seus seguidores (que parece que virou ceita, ou você pertence ou não), sao o direitos da população que sao deixado de lado, nossa cidade esta um caos, tanto na área da educação, saúde como na manutenção da cidade, o mais importe agora e acusar o outro e fazer propaganda de si mesmo, nao importa o preço, esses cartazes de nada trouxe de bem vindo para os pais e alunos, para muitos foi com se o prefeito tivesse dado um tapa na cara de cada pai que leva seu filho na escola e/ou Ceinfs (e sim tem desses cartazes na escolas também), já que essa secretária (que por favor né, sem comentários) Pede paciência para pais que logo vai resolver os problemas das escolas, mas gasta com propaganda. (O judiciário deveria proibir propaganda desse tipo)
 
Juci em 23/02/2016 07:34:52
E esse prefeito já fez algo diferente do que propagando de sí próprio?
 
Canadense em 22/02/2016 16:35:42
FALTOU TAMBÉM FALAR DOS VEREADORES QUE RECEBERAM $$ ROUBADO!
 
LOIZ em 22/02/2016 15:38:29
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions