A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

27/08/2012 10:12

Família acredita que dois adolescentes atearam fogo em vigia

Francisco Júnior
Local onde o vigia estava ficou destruído. (Foto: Minamar Júnior)Local onde o vigia estava ficou destruído. (Foto: Minamar Júnior)

A família do vigia Evaldo Justino da Silva, de 41 anos, acredita que foram dois adolescentes atearam fogo no corpo dele, em uma obra, no Jardim Anache, em Campo Grande, na madruga de sábado (25).

Aparecido da Silva disse que já procurou a Polícia e informou os nomes dos dois suspeitos, que segundo ele, já são conhecidos no bairro por praticar crimes na região.

O crime está sendo investigado pela 2ª Delegacia de Polícia. O delegado Weber Luciano disse que já está apurando todas as informações referentes a esse caso.

No sábado, a reportagem do Campo Grande News esteve no local do crime.

Moradores relaram que os homens que atearam fogo no vigia são os mesmos nos últimos dias cometeram roubos em residências no Jardim Anache.

A vítima estava cuidando de uma construção na rua Manche Catan David, quando os bandidos chegaram no local e Evaldo tentou impedir o roubo, mas foi rendido e amarrado. Em seguida, teve o corpo incendiado.

Em chamas, ele saiu correndo e pediu ajuda na casa onde dormem trabalhadores da obra, que fica próximo do local onde aconteceu o crime. Uma equipe do Corpo de Bombeiros fez o atendimento e encaminhou o vigia para a Santa Casa.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions