A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 18 de Outubro de 2019

22/06/2016 11:43

Família apela por vaga em UTI para idosa com pnemonia e induzida ao coma

Fernanda Mathias
Michele com a mãe, Elizabeti: ligamos em todos os hospitais e não há vagas em UTIs (Foto: Arquivo Pessoal)Michele com a mãe, Elizabeti: "ligamos em todos os hospitais e não há vagas em UTIs" (Foto: Arquivo Pessoal)

A família de uma mulher de 60 anos que está em estado grave na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) das Moreninhas, em Campo Grande, faz apelo por vagas em UTI (Unidade de Terapia Intensiva). “Precisamos desta vaga urgente, já ligamos para todos os hospitais e não tem. O estado dela é muito grave, foi induzida ao coma, está com pneumonia e infecção generalizada”, desabafa a filha, Michele Cristina de Matos Andrade, 29 anos.

Ela conta que na segunda-feira a mãe, Elizabeti de Mattos Andrade, deu entrada na UPA do Coronel Antonino e ontem foi transferida para a unidade das Moreninhas porque precisava de respirador. “No Coronel Antonino disseram que podia ser a gripe H1N1 e na UPA das Moreninhas falaram que havia pouca possibilidade de ser isso”.

A Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) foi procurada, via assessoria de imprensa, e adiantou que a falta de vagas em UTIs é um problema constante para a regulação.
Ontem na Santa Casa de Campo Grande a lotação era total e um bebê de dois meses que estava em isolamento aguardava pela liberação de uma vaga, que somente conseguiu 24 horas depois de dar entrada na área vermelha.

O que preocupa, diante da superlotação dos hospitais, é que, com o inverno, os casos de doenças respiratórias graves aumentam.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions