A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

25/03/2013 12:58

Filho de PM é autor de recado de preso; pai fez tudo para salvar filhos

Paula Maciulevicius
“Pelo amor de Deus, não faz nada com meus filhos”, pedia a vítima. Comerciante foi agredido com chutes e coronhadas de 12. (Foto: João Garrigó)“Pelo amor de Deus, não faz nada com meus filhos”, pedia a vítima. Comerciante foi agredido com chutes e coronhadas de 12. (Foto: João Garrigó)

O adolescente de 16 anos, que recebeu ordens de um detento da Máxima para a execução do assalto à família no Portal Caiobá, é filho de um policial militar. Ele foi apreendido em casa e encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga, onde depois de prestar depoimento foi liberado. O caso será investigado pela Defurv (Delegacia Especializada em Roubos e Furtos de Veículos).

Hoje pela manhã as vítimas ainda estavam assustadas. Os bandidos entraram na residência por volta das 23h de ontem, quando o casal e os três filhos se preparavam para dormir e fugiram levando a caminhonete S-10.

A família conta que há três semanas tinha sido avisada por um policial conhecido de que a região seria alvo de um arrastão ordenado por presidiários e que eles sabiam que poderiam ser vítimas pela caminhonete. “Mas aí passa uma semana e você relaxa”.

O crime realmente foi encomendado de dentro do presídio de Segurança Máxima de Campo Grande e intermediado pelo adolescente, que repassou as informações das vítimas.

“Pelo amor de Deus, não faz nada com meus filhos”. Agora com mais calma o comerciante de 47 anos repete o que disse na noite deste domingo aos dois bandidos que invadiram a casa dele armados, no Portal Caiobá, em Campo Grande.

“Os dois me bateram muito, mas graças a Deus não fizeram nada com eles. Eles só pediam por dinheiro, cofre e joias. Falavam 'quero dinheiro vagabundo, cadê o cofre'”, recorda. Os bandidos, Gilmar de Souza Coleta Júnior, de 21 anos e Ederval Martins do Amaral Junior, de 20 anos, usavam uma espingarda calibre 12 e um revólver 38.

O comerciante não tinha cofre e nem joias na residência e ofereceu a dupla que levasse tudo, mas deixasse a família em paz. “Pode levar carro, caminhonete, pode virar a casa. Eles arrastaram tudo, empurraram cama, foram uns 15, 20 minutos com eles em casa”.

Foram os dois cachorros vira-latas que perceberam quando os ladrões pularam o muro e entraram no quintal da casa. Ao ouvir os cachorros, o filho mais velho do casal, de 15 anos, foi abrir a porta e deu de cara com os bandidos. Ele trancou a maçaneta, mas a dupla quebrou o vidro lateral e conseguiu abri-la.

“Ele saiu gritando, pai nós estamos sendo assaltados. E o meu primeiro instinto foi pegar a arma do cara”. A vítima foi agredida pelos bandidos com chutes e coronhadas na cabeça e nas costas. Nesta manhã as marcas ainda estavam fortes. “Vou ter que procurar apoio psicológico porque eu estou chocado, qualquer coisa eu choro, podia ter acontecido o pior”, desabafa.

Os bandidos já entraram na casa com as armas em punho e mandaram o homem, a mulher de 50 anos e o filho de 15 anos deitarem no quarto do casal. Em seguida, foram até o outro cômodo, onde estavam os meninos de 12 e 10 anos, e levaram até os pais. A família foi ameaçada de morte durante todo o tempo.

“Eles me bateram ali e depois me levaram para o fundo, lá atrás eles desceram borracha mesmo. Meus cachorros não sabiam o que fazer e começaram a me lamber”, descreve.

Em perseguição com a PM, caminhonete ficou destruída. (Foto: João Garrigó)Em perseguição com a PM, caminhonete ficou destruída. (Foto: João Garrigó)
Veículo acertou muro de escritório no bairro Portal Caiobá. Bandido acabou baleado. (Foto: João Garrigó)Veículo acertou muro de escritório no bairro Portal Caiobá. Bandido acabou baleado. (Foto: João Garrigó)

Em todo momento eles pediam por dinheiro e o cofre que o comerciante afirma que não tem em casa. “O notebook, a câmera fotográfica, tudo eles deixaram. Eles não queriam a caminhonete, pegaram para fugir, mas não era o objetivo”.

Depois de revirar toda a casa, a dupla foi embora levando a S-10 e o comerciante conseguiu chamar a Polícia. “O camburão estava aqui, quando passou o pessoal da moto e já abordou, deu perseguição e tiroteio”, completa.

Policiais de moto do posto da Polícia Militar do Coophavilla receberam um chamado sobre o caso e durante rondas pelo bairro acabaram localizando a caminhonete. Eles ordenaram que o motorista estacionasse o veículo, mas o bandido, que estava na direção, não obedeceu e ainda tentou atropelar o policial.

A Rotac (Rondas Ostensivas Táticas), da Cigcoe (Companhia Independente de Gerenciamento de Crises e Operações Especiais) foram acionados para ajudar na perseguição e acabaram localizando os suspeitos. O homem que estava na direção da caminhonete, perdeu o controle e colidiu o veículo no muro de um escritório da Banda Lilás, na esquina das Cachoeira do Campo e Lagoa Nova.

A caminhonete não tinha seguro e ficou completamente destruída. Segundo a vítima, ainda faltam 23 parcelas para ser quitadas. O dono do escritório calcula o prejuízo em R$ 1 mil para o reparo do muro. O músico Antônio Marcos, 42 anos, diz que o alarme disparou e ele acabou chamado pelo vizinho. “A Polícia ficou um tempão aí, sempre tem um funcionário meu dormindo aqui, mas ontem não tinha. A PM fechou o cerco e eles bateram aqui”, relatou.

Houve troca de tiros entre os bandidos e a Polícia. Gilmar foi atingido por dois tiros e permanece no Pronto Socorro da Santa Casa. O outro envolvido foi preso e encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do bairro Piratininga.

Preso ordena assalto que aterrorizou família e terminou com baleado
Uma família passou momentos de pânico e terror na noite de ontem (24) durante assalto, que teve mandante como um detento do presídio de Segurança Máx...
Homem tem casa invadida, pula muro para fugir de ladrão e quebra o pé
Homem de 29 anos quebrou o pé após pular o muro do sobrado onde mora para fugir de ladrões, na noite de ontem (13), na Rua Canavieiras, na Vila Plana...


Bandido bom e' bandido morto! Agora, entregar as armas ao Governo, vc fica vulner'avel e a bandidagem toma conta..
 
Silvio Dutra Lopes em 25/03/2013 18:06:48
Bandido bom é bandido MORTO.
 
Paulo Bonsini em 25/03/2013 17:59:16
Disse e repito...SEJA VOCÊ O PASTOR DE SEUS FILHOS, POIS O MEU TREZOITÃO EU NÃO ENTREGO NÃO, SE VACILAR ESQUENTA NÃO DOU MOLE P LADRÃO..
 
arnaldo saracho em 25/03/2013 16:22:44
Gostaria de saber da vítima , se apareceu algum membro dos "DIREITOS HUMANOS" em sua casa . Aposto que eles estão na SANTA CASA protegendo o "MELIANTE". Necessitamos urgentemente de " DIREITOS HUMANOS para HUMANOS DIREITOS".
 
Dionísio Amaral. em 25/03/2013 15:32:17
Cade o projeto de marginal o menor foi apenas ouvido e liberado, por isso que a marginalidade em campo grande está crescendo e como eles mesmo falam não dá nada, roubam, matam, um pai de familia, e esses vagabundos continuam soltos rindo na cara da sociedade. Muito bom Mathias, nesse caso acho que deveria ter uma médica dessa em cada cidade.
 
Andreza Souza em 25/03/2013 14:23:17
Bandido internado na Santa Casa??? Chama aquela médica de Curitiba pra dar um fim nesse marginal e liberar esse leito pra algum cidadão decente.
 
Mathias Hanns em 25/03/2013 13:41:42
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions