A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

14/01/2013 10:37

Foco da dengue e abrigo de bandidos, casa desocupada é sinal de perigo

Casa fica no Residencial Oiti e é antiga reclamação de vizinhos. Acordo judicial deve resolver impasse

Paula Vitorino
Casa abandonada no Residencial Oiti. (Fotos: Luciano Muta)Casa abandonada no Residencial Oiti. (Fotos: Luciano Muta)

Uma casa desocupada há mais de 1 ano é motivo de transtornos e verdadeira peregrinação em busca dos direitos para os vizinhos. O imóvel fica na rua João Francisco Damasceno, no Residencial Oiti, e sem morador, serve de criadouro para mosquito da dengue, animais peçonhentos e abrigo para bandidos.

“É rato, barata, escorpião e mosquito da dengue sai daí. Até marginais já ficaram várias vezes escondidos aí”, diz o vizinho Jeancarlo Corrêa, de 36 anos.

A família dele foi vítima de furto no ano passado e os bandidos confessaram ter ficado vigiando a casa dentro do imóvel abandonado. “Ficaram dentro da casa abandonada cuidando quando a nossa ia ficar vazia. Arrombaram a porta e levaram um monte de coisa”, conta Sônia Soares Flores, de 30 anos.

Como medida de segurança, os vizinhos tiveram de instalar cerca elétrica ao redor da casa.

Outro perigo iminente é a dengue. Dois vizinhos próximos pegaram a doença nos últimos meses. A casa acumula mato e um local perfeito para criadouro do mosquito: um orifício que era utilizado para fazer cimento e está sempre com água parada.

“Não tenho dúvidas que o mosquito veio dali”, diz a vizinha Luzia Beatriz Alves, de 44 anos, que passou o Ano Novo com dengue.

 

Local utilizado para preparo de cimento agora é criadouro de mosquito da dengue. Local utilizado para preparo de cimento agora é criadouro de mosquito da dengue.

A professora Juscilene Gordim, de 30 anos, reclama que o local é alvo de reclamações de toda a vizinhança e que a sensação é de descaso. “A gente liga quase todo dia para reclamar e ninguém faz nada. Ninguém pode entrar também para limpar porque é imóvel particular. E assim vai ficando aí abandonada”, diz.

Solução - A casa é alvo de ação judicial há cerca de 2 anos. A Caixa Econômica Federal entrou com pedido de retomada do imóvel, alegando que o proprietário não ocupou a casa no tempo previsto. Os vizinhos contam que o morador iniciou uma reforma na casa e a obra foi embargada.

A assessoria de imprensa da Caixa informou que após meses de espera o problema deve finalmente ser solucionado. Na semana passada, a Caixa fez um acordo com o antigo proprietário, devolvendo a posse do imóvel. O proprietário se comprometeu a terminar a reforma e fazer a limpeza do terreno.

A assessoria informou que o proprietário já foi notificado a iniciar imediatamente os trabalhos e que se a casa não for ocupada nas próximas semanas poderá entrar novamente com ação judicial.

A Caixa ainda alegou que não podia fazer a limpeza do local antes porque o imóvel “não tinha dono, estava sob processo judicial”. A reportagem não conseguiu contato com o proprietário da casa.

Confundido com ladrão, homem causa acidente e acaba agredido
Flávio Guimarães Fernandes, 39 anos, foi confundido com ladrão e agredido por moradores após se envolver em acidente. O caso aconteceu na madrugada d...
Sesau e SES recolhem quase 10 toneladas de lixo no Jardim Noroeste
A ação de recolhimento de lixo realizada em casas e terrenos baldios no Jardim Noroeste - bairro localizado na regiões leste de Campo Grande - somou ...
Apae recebe doação de brinquedos da campanha Compartilhe o Natal
Foi iniciado nesta segunda-feira (11) a entrega de brinquedos arrecadados na campanha "Compartilhe o Natal", realizado pelo Ministério Público Estadu...


tá ai.. pq uma casa que foi 'beneficio' esta abandonada!? alem dessa existe muitas servindo de criadouro de dengue ou abrigo para meliantes.
Enquanto eu aguardo a uma casa a mais de 11 anos!
ja que existe tantos programas e sistemas nessa campo grande, pq nao plantan um sistema de fiscalização nessas casas abandonadas, tenho certeza que tem muita gente precisando e que daria muita mais valor nesses tipo de beneficio...
 
EDIVANIA SOUZA DE OLIVEIRA em 15/01/2013 07:58:15
Tá na hora dos vereadores em conjunto com o prefeito aprovarem uma lei que obriga as imobiliárias e donos de imóveis vazios a limparem seus quintais. Sabemos que o mosquito da dengue se cria até em uma tampinha de garrafa com água. Acho que dessa forma, as imobiliárias e os proprietários terão interesse em alugar ou vender mais rápido seus imóveis, inclusive isso vai trazer os aluguéis para uma patamar mais realistico com nossa economia. (os aluguéis residencias e comerciais estão com preços na altura)
 
Fabio Bacarin em 14/01/2013 23:04:13
é e eu e minha familia esperamos por uma casa a mais de cinco anos, vai entender né
 
maria da silva em 14/01/2013 20:38:32
Aqui onde moro também acontece muito isso, não sei se ainda é assim, mas antigamente a prefeitura de SP aplicava pesadas multas a donos de terrenos que não eram limpos e imóveis abandonados. Alguns dizem que se trata da "indústria da multa" mas o povo só cuida se doer no bolso! Então aqui deveria ser assim, coloca uns 5 mil multa pra ver se eles não vendem rapidinho. Tem dono de terreno que fala que é mais barato pagar a multa da prefeitura do que limpar o terreno, quadriplica o preço oras! Aí vê se a coisa não funciona.
 
Anna Gonçalves em 14/01/2013 15:39:41
Eu tenho o mesmo poblema com o meu vizinho que ja tem ums 4 anos que a casa esta vazia eu ate soldei os portoes para evitar a entrada de pessoas desocupodas mas o dono do imovel nao ve o meu lado e sim so o dele que nao pressiza da casa dis ele que esta esperando valorisar o imovel para vender.
 
Alvaro Brandao em 14/01/2013 14:33:37
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions