A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

23/12/2012 19:11

Foragido da Colônia Penal é preso com revólver no bairro Nova Lima

Paula Maciulevicius

Um jovem de 24 anos foi preso na tarde deste domingo, enquanto fazia compras em um mercado no bairro Nova Lima, em Campo Grande. Raphael dos Santos era foragido da Colônia Penal Agrícola e estava com um revólver calibre 38 com cinco munições.

As informações de que ele estaria armado chegaram até a Polícia no início da tarde de hoje. Até o ex-cunhado de Raphael estava em busca dele para entregá-lo à Polícia.

A PM abordou o jovem no mercado. Ele não resistiu à prisão e disse apenas que estava fazendo compras. Questionado sobre a arma, ele acabou por confessar que deixou o revólver na motocicleta e levou os policiais até o veículo.

Para se justificar, Raphael disse que andava armado para se proteger, porque tinha muitos inimigos que o queriam morto.

Ele foi preso e levado até a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Abstenção em concurso da Câmara Municipal da Capital passa dos 30%
O domingo (17) foi de provas para milhares de campo-grandenses, tanto na manhã como no período da tarde, no concurso da Câmara Municipal, que segundo...
Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...


Putz !!! Mais um caso, envolvendo um frequentador da colônia de féri...Desculpe! Colônia penal .
 
Marcos Figueiredo em 24/12/2012 11:09:27
Agora que foi constado que o mesmo não tem reabilitação, pois foi preso, fugiu para não cumprir a pena, estava armado e fora o que ele pode ter feito de mal a sociedade neste tempo de fuga, a poder público deveria solicitar prisão máxima sem direito a condicional e benefícios de redução de pena (já que não tem prisão perpétua!) por se tratar de um criminoso que não aceita ser punido pelos seus atos, assim se achando acima das leis da sociedade e sendo uma pessoa que não tem nada a oferecer a sociedade a não ser prejuízos morais, materiais e físicos!
 
Alexandre de Souza em 23/12/2012 20:58:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions