A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

22/06/2011 16:11

Funcionária do caixa foi quem disse à quadrilha do fluxo de dinheiro da empresa

Paula Maciulevicius e Nadyenka Castro

A caixa da empresa, que foi feita refém já dentro da metalúrgica, contou ao amante da movimentação

Quadrilha foi apresentada hoje pela Derf. (Foto: Marcelo Victor)Quadrilha foi apresentada hoje pela Derf. (Foto: Marcelo Victor)

A funcionária do caixa, Danieli Ferreira Cristaldo, 25 anos, foi quem passou a informação do fluxo de dinheiro da empresa à quadrilha que assaltou metalúrgica no último dia 08 de junho, em Campo Grande. Ela e outros três homens foram apresentados hoje pela Derf (Delegacia Especializada de Repressão aos Roubos e Furtos).

A informação da movimentação do dinheiro foi passada um mês antes do roubo, pela funcionária que chegou a ser rendida no dia do assalto dentro da empresa pelos comparsas. Danieli disse à Polícia que nem acreditava que a ação fosse acontecer.

Cerca de um mês antes, ela e o amante Tony Carlos Clemente, 25 anos, estavam em um churrasco na casa de uma amiga de Danieli, quando a funcionária comentou que onde trabalhava tinha grande movimentação de dinheiro e que ela recebia altos valores de caminhões que chegavam carregados do interior.

Na ocasião, estavam também mais dois homens, eles e Tony já tinham passagem pela Polícia por roubo. Logo após o comentário, um deles alertou a jovem que ela estava falando demais.

O amante de Danieli, Tony, chamou Ederson Francisco de Paula, 26 anos, conhecido como Edinho para fazer o roubo. Edinho convidou Reginaldo Martins de Souza, 29 anos, conhecido Magrão ou Magrelo, que chamou mais duas pessoas, que ainda não foram identificadas.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Fábio Peró, Danieli já tinha prestado depoimento como vítima, por ter sido rendida, quando a quadrilha entrou dentro da empresa acompanhados de uma outra funcionária feita refém em casa, que não tem ligação nenhuma com o roubo.

A Polícia disse que chegou ao envolvimento de Danieli pelos detalhes que ela narrou durante o depoimento.

O primeiro a ser preso foi Tony. A prisão preventiva aconteceu na sexta-feira, dia 10 de junho, na casa dele, no bairro Jardim Aeroporto. Na residência, foram encontrados R$ 820 reais em notas pequenas de R$ 2 e R$ 5 reais, além de várias borrachinhas e comprovantes de contas pagas de quarta-feira, dia do assalto, até sexta, data da prisão.

Os assaltantes disseram à Polícia que esperavam ter encontrado mais dinheiro no cofre, mas encontraram R$ 49 mil.

Endividados - Segundo a Polícia, Tony recebeu R$ 5 mil reais, parte do dinheiro pagou contas, depositou R$ 500 reais para a esposa, gastou em supermercado e ficou com R$ 1 mil. O que não condiz com o salário de R$ 950,00 que ganha como trabalhador da construção civil.

Com a prisão dele, a Polícia chegou aos dois homens que estavam no churrasco. Um deles relatou o episódio do comentário e que teria sido chamado quatro vezes por Tony, para participar do assalto.

Tony confessou o crime e indicou a participação de Edinho, que foi preso na semana passada. Ele também recebeu R$ 5 mil reais, pagou duas parcelas do carro que estava em atraso e viajou para a cidade natal, em Araçatuba, para visitar um parente doente.

Edinho confessou e disse à Polícia da participação de Reginaldo, que foi preso nesta segunda-feira. Quando soube da prisão de Edinho, Reginaldo, que recebeu os mesmos R$ 5 mil, procurou um advogado e pagou R$ 3 mil de honorários.

A funcionária não recebeu nada pela informação. A Polícia encontrou dinheiro na carteira de Tony, mas segundo a esposa, o valor seria para pagar o aluguel da casa, o que indica que a quadrilha não tinha intenção de repartir o montante do cofre com Danieli.

Os outros dois envolvidos que ainda não foram localizados ficaram com a maior parte do dinheiro do cofre, R$ 9 mil reais cada um. Nos cálculos da Polícia, entre a repartição do dinheiro sobram ainda R$ 8 mil reais, dinheiro utilizado nas despesas do roubo. O delegado Fábio Peró acredita que esse valor foi usado para garantir a compra do Citroen C3, utilizado na ação.

Ação - Edinho era o motorista do Citroen, que chegou à casa da funcionária do setor de Recursos Humanos da empresa, na manhã do dia 08. No carro, além de Edinho, os outros dois que ainda não foram identificados, Tony e Reginaldo.

Tony, Reginaldo e um dos que não foi preso, renderam o casal que sai de casa em um Corsa Classic e seguiram até a empresa no carro das vítimas.

Depois de roubar o cofre, segundo o processador de dados onde ficam armazenadas as imagens feitas pelo circuito interno, Edinho voltou a empresa, pegou os comparsas e deixou o Citroen com os outros dois que ainda não foram presos.

A dupla foi quem ficou com o cofre, abriu, repartiu o dinheiro e posteriormente enterrou o cofre.

O cofre foi encontrado pela Polícia enterrado e vazio em meio a um matagal nas proximidades da saída para São Paulo, no último dia 13 e o carro localizado no mesmo dia do roubo, nas proximidades da Lagoa Rica, saída para Três Lagoas.

A Derf disse ainda que está com a investigação avançada para prender os outros dois envolvidos.

Polícia prendeu quatro dos seis suspeitos de roubar R$ 40 mil de empresa de ferro
Delegacia apresenta os suspeitos amanhã, todos de Campo GrandeA Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furtos) prendeu quatro dos sei...
Quantia em cofre de empresa roubada não era rotina da distribuidora
Ação começou antes das 6h da manhã, quando funcionária do Recursos Humanos foi feita refém ao sair de casa A empresa de ferro roubada na manhã de ho...


Parabéns a DERF pela investigação e solução, mesmo com escassos recursos a policia civil demostra que sempre supera as dificuldades e atende a população.
 
Claudio Duarte em 23/06/2011 10:37:25
Parabéns a toda equipe da DERF por mais um caso solucionado. Agora cabe ao judiciário punir exemplarmente esses bandidos.
 
Luiz Felipe em 23/06/2011 10:15:51
empresas como esta deveriam ter mais cuidado nas contratações, incompetecia nas entrevistas para quem vai cuidar do dindim da empresa - parabens a "derf"
 
antonio carlos ferreira em 23/06/2011 02:34:23
tem muita joven aliciada pela maladragem,que gosta de bandidinho que e o caso dessa Danieli,esse tony e velho conhecido da policia,
 
paulo henrique em 22/06/2011 09:13:50
Bem "alienada" essa Danieli. Há tanta pessoas precisando trabalhar e essa sujeita "joga fora" o emprego que tinha, pra ajudar "amante bandido"!! É uma mistura de vagabundagem e burrice!! Afff!!
 
Joanne Pereira em 22/06/2011 08:52:55
O problema não é prender, o problema é manter preso. A polícia apesar do descaso dos governos vem fazendo um bom trabalho, prova disso é que os presídios e delegacias estão lotados de presos. Já o judiciário, mesmo tendo recursos, é aquela lentidão que todo mundo sabe. O sistema carcerário então, está abandonado pelos governos há muito tempo. Aí é fácil meter o pau na polícia, e nos agentes penitenciários.
A população tem que abrir os olhos e ver os verdadeiros culpados da insegurança nacional, do aumento da criminalidade.
Falta infraestrutura e pessoal e gestão, quem pode mudar este quadro é quem tem o poder do estados nas mãos.
De quem é a culpa do instituto penal estar com mais de 3X a sua lotação ? a Máxima também, de quem é a culpa ?
De quem é a culpa de presos que já cumpriram a sua pena estarem presos ainda ?
De quem é a culpa dos processos e julgamentos não andarem ?
De quem é a culpa de criminosos ricos, políticos não estarem na cadeia ?
A sociedade tem que se perguntar . . . e exigir dos responsáveis a mudança.
 
jose antonio em 22/06/2011 07:31:59
Nossa parabens Derf, voces foram demais . Cadeia neles
 
edson moreira jaime junior em 22/06/2011 06:31:01
Suspeitei desde o principio...Que garota otária....é amante de pobre, bandido, sem futuro..Esse ser irracional...passou a informação, não recebeu nada, vai permanecer presa, será vista como bandida, desempregada por justa causa, alem do mais....esse ato ficará em seu histórico por toda a sua vidinha...Meu DEUS.. Esse tipinho envergonha a classe feminina...LÁSTIMA
 
Patricia Maria em 22/06/2011 06:29:14
Peixe pequeno sempre cai.
 
Milton Silva - Campo Grande em 22/06/2011 06:24:50
Hilário essa Danieli... Além de ter amante, é informante de bandido...
Agora vai passar uns dias como carcerária...
 
Wellington Sampaio em 22/06/2011 05:31:47
Só investigar que pega, se fosse sempre assim os vagabundos estavam ferrados...
 
Luciano Bandeira em 22/06/2011 05:18:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions