A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 24 de Setembro de 2017

08/08/2017 18:34

Funcionário e dois comparsas roubaram R$ 30 mil de empresa pela 14 de Julho

Adriano Fernandes
Da esquerda para direita Stanismarcos e Erton, apresentados esta tarde (08) na Derf. (Foto: Adriano Fernandes) Da esquerda para direita Stanismarcos e Erton, apresentados esta tarde (08) na Derf. (Foto: Adriano Fernandes)

A polícia identificou os três suspeitos que roubaram R$ 30 mil reais de uma empresa que intermédia a contratação de cuidadores de idosos pela 14 de Julho, no Centro de Campo Grande. O crime ocorreu ainda nesta segunda-feira (08).

Erton Vidal Portilho Paiva, 27 anos e Stanismarcos Gomes da Silva, 28, que era funcionário da empresa, já estão presos na Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos). A polícia ainda busca encontrar Marcelo Luiz Santos de Matos, 20, que também participou da ação. Stanismarcos, segundo a polícia foi quem planejou o crime.

Após o ocorrido as testemunhas relataram que os dois bandidos que participaram ativamente do roubo (Erton e Marcelo), sabiam exatamente o que procuravam na empresa. Uma bolsa que estava com o dinheiro levado.

“O que nos alertou se um dos autores não poderia ter sido alguém que conhecia o funcionamento da empresa”, comentou o delegado Carlos Delano, da delegacia. Toda a ação foi flagrada pelas câmeras de segurança do estabelecimento.

Chamou a atenção dos investigadores o fato de que Stanismarcos, sondava o endereço, pouco antes do crime mesmo estando de folga. “Os bandidos só entraram na empresa depois que ele deixou o local. Como se ele tivesse indicado para eles o momento exato para agir pelo celular que ele mexia o tempo todo”, completa.

Arma calibre 38 usada no roubo. (Foto: Adriano Fernandes) Arma calibre 38 usada no roubo. (Foto: Adriano Fernandes)
Um dos autores do roubo que ainda é fugitivo da polícia. (Foto: Adriano Fernandes) Um dos autores do roubo que ainda é fugitivo da polícia. (Foto: Adriano Fernandes)

Ele foi levado à delegacia e mesmo depois de ter apagado todas as mensagens e contatos, confessou o crime e quem eram os outros autores. O rapaz trabalhava há dois anos no estabelecimento. 

Erton foi preso nesta manhã (08) enquanto chegava a Casa do Albergado de Campo Grande. Ele cumpria pena no estabelecimento pelo crime de homicídio, mas já acumula passagens por tráfico de drogas.

Stanismarcos, inclusive era colega de Erton de quando ele também cumpriu pena por tráfico de drogas em 2009, depois de ser flagrado com o entorpecente que seria levado para Rondônia.
Marcelo ainda não foi encontrado e teria fugido com parte do dinheiro.

“Á princípio eles iriam dividir o dinheiro igualmente mas tudo indica que Erton e Marcelo mudaram de ideia e dividiram o dinheiro apenas entre eles dois”, completa, Delano. O trio também teria usada uma outra moto no crime e que era roubada, mas que já foi devolvida ao proprietário.

Com Erton foi encontrado cerca de R$ 8,500 mil. “O restante do valor ele gastou comprando uma moto e roupas, dentre outros produtos”, diz. A polícia ainda tenta localizar o Marcelo que também já tem passagens por tráfico, violação de domicílio, furto, receptação dentre outros crimes.

No vídeo, momento em que um dos autores sonda o estabelecimento pelo lado de fora e em seguida, os dois autores entram armados e roubam a bolsa com o dinheiro.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions